6 tipos de dinâmicas conversacionais no Twitter

O Pew Research Internet, reconhecido instituto de pesquisa sobre internet, acabou de lançar um relatório em parceria com a Social Media Research Foundation: Mapping Twitter Networks – from polarized crowds to community clusters[pdf]. Utilizando a ferramenta NodeXL, que aplicamos em diversos projetos de análise de redes sociais na Social Figures, foram encontrados 6 arquétipos de conversações no Twitter.

Segue abaixo a tradução da descrição básica de cada um destes arquétipos, que podem ser lidas melhor no relatório completo ou no resumo das descobertas.

polarized-crowdMultidão Polarizada (Polarized Crowd)

“Discussões polarizadas apresentam dois grandes e densos grupos com poucas conexões entre si. Os tópicos sendo discutidos são geralmente bem divididos e assuntos políticos calorosos. De fato, há pouca conversação entre os grupos além do fato de tratarem do mesmo tema. Multidões Polarizadas no Twitter não estão debatendo. Elas estão ignorando uma à outra enquanto apontam para diferentes fontes de conteúdo e usam hashtags diferentes”

tight-crowdMultidão Densa (Tight Crowd):

“Estas discussões são caracterizadas por pessoas altamente conectadas com poucos participantes isolados. Muitas conferências, tópicos profissionais, grupos de hobbies e outros temas que atraem comunidades manifestam-se neste formato de Multidão Densa.

Estas estruturas mostram especialmente como comunidades de aprendizado em rede funcionam e como compartilhamento e suporte mútuo pode ser facilitado pela mídia social”

brand-clustersClusters de Marca (Brand Clusters):

“Quando produtos, serviços ou temas populares como celebridades são discutidos no Twitter, geralmente há comentários de participantes desconectados. Estes participantes “isolados” em um cluster de conversação estão no lado esquerdo da imagem ao lado. Marcas muito conhecidas e outos temas populares podem atrair grandes e fragmentadas populações no Twitter, que tuitam sobre o tema mas não entre si. Quanto maior a população falando sobre a marca, menos provável será que os participantes estejam conectados uns aos outros.”

community-clustersClusters de Comunidades (Community Clusters):

“Alguns tópicos podem desenvolver vários grupos menores, que formam-se com frequência em torno de poucos hubs, cada um com sua própria audiência, influenciadores e fontes de informação. Estas conversações de Clusters de Comunidades parecem bazares com múltiplos centros de atividade. Notícias globais geralmente atraem coberta de muitas organizações de imprensa, cada uma com seus seguidores. Isto cria uma coleção de grupos de médio porte – e um número relevante de isolados (lado esquerdo da imagem ao lado).”

broadcast-networkxRede Broadcast (Broadcast Network):

“Comentários no Twitter em torno de notícias, conteúdo de marcas e âncoras conhecidos de imprensa possuem uma estrutura de hub e platéia na qual muitas pessoas repetem o que as organizações principais de mídia tuitam. Os membros da audiência da Rede Broadcast são geralmente conectados apenas com as fontes populares, sem conexões entre si. Em alguns casos, há sub-grupos menores de pessoas altamente conectadas – algo como “engajados” no assunto – que discutem as notícias entre si.”

support-networkRede de Suporte (Support Network):

“Reclamações de consumidores de grandes empresas são geralmente gerenciadas por contas no Twitter que tentam resolver as questões dos consumidores sobre seus produtos e serviços. Isto produz uma estrutura centralizada que é diferente do padrão da Rede Broadcast. Na estrutura da Rede de Suporto, a conta hub responde para muitos usuários desconectados, criando fluxos de informação em direção aos perfis. Em contraste, no padrão da Rede Broadcasts, o hub geralmente é respondido ou retuitado por muitos perfis, criando os fluxos de informação em direção ao hub apenas.”