Share of Voice: como calcular e dicas

O cálculo de Share of Voice é realizado para que se compreenda a fatia total das conversas sobre a marca ou produto em relação ao ambiente competitivo. Originalmente surgiu como um cálculo para medir a quantidade relativa de espaço publicitário, mas logo foi reaproveitado para as conversas nas mídias sociais.

O cálculo é bastante simples. Basta multiplicar o número total de menções da marca por 100 e dividir este total pela soma das menções da marca e seus concorrentes. A ilustração abaixo esquematiza a fórmula simples da métrica:

share of voice

Para saber a porcentagem, ou “fatia” das conversações sobre uma marca é bastante simples. Primeiro se multiplica a soma das menções à marca por 100. Em seguida, divide-se o valor pela soma das menções da marca e todos os concorrentes monitorados, resultando na porcentagem daquele total. Com esta métrica é possível compreender a evolução da conversação sobre a marca ou produto ao longo do tempo, mas não só em números absolutos. O aumento do número de menções de uma marca pode ser um ótimo resultado, mas se todos os concorrentes estão conseguindo evoluções maiores, o resultado competitivo é negativo.

Fórmula Share of Voice
Fórmula Share of Voice

Alguns cuidados e dicas no momento de calcular o Share of Voice:

  • A multiplicação por 100 no dividendo nem sempre é necessária. A depender de onde você esteja fazendo o cálculo (como Excel), é melhor não colocar a multiplicação. Assim, o resultado vai ser formatado como 0,54 ao invés de 54, por exemplo, e basta trocar o “Formato de Número” para “Porcentagem” e o programa já exibe 54%.
  • Um cálculo de Share of Voice pode – e deve – levar em conta o sentimento das menções. Afinal de contas, não adianta ter 80% do Share of Voice se é de pessoas falando mal de sua marca. Compare as fatias de Share of Voice Positivo, Share of Voice Neutro e Share of Voice negativo.
  • Lembrar que para o Share of Voice ser totalmente exato, seria necessário monitorar todos os concorrentes. Como na maioria dos segmentos isto é impeditivo, monitorar um pequeno número dos principais concorrentes é vantajoso e útil, mas no momento da análise lembrar disto. E ficar alerta para novos players surgindo no mercado!
  • Retirar o conteúdo oficial da marca (posts e tweets) para não inflacionar o total. Os compartilhamentos, retweets e replicações devem permanecer, entretanto.
  • Já este volume de mensagens da marca, retiradas do total, serve para comparar os esforços com os concorrentes. Você aproveita e descobre: “estamos publicando demais?”; “é possível publicar mais e manter a taxa de engajamento?”; “em que mídias a voz dos concorrentes está mais intensa?”.
  • Para afinar os resultados, fazer dois tipos de Share of Voice: “espontâneo” e “estimulado”. No primeiro, calcula-se as menções não explicitamente geradas pela comunicação da marca (como expressões de consumo). No segundo, as que foram influenciadas por comunicação, conteúdo e mídia da empresa.

1 comentário sobre “Share of Voice: como calcular e dicas”

  1. Pingback: Social Figures blog: share of voice, medidas de tendência central e camadas de conversação | Tarcízio Silva

Deixe uma resposta