Como descobrir: em quais horários as pessoas mais falam sobre minha marca (e concorrentes)?

clock-26095_640

Não existe “horário nobre” nas mídias sociais. Claro que temos horários em que há um maior número de pessoas conectadas de modo geral, mas o diferencial das mídias sociais é que cada empresa pode analisar seu público de forma ultra-segmentada. Isto também vale para comportamentos relacionados a horários de uso, reclamações, comportamentos etc.

Descobrir esta informação é bastante fácil com o BrandCare, ferramenta de monitoramento de mídias sociais (clique na barra lateral para fazer um trial). Depois de configurado um monitoramento, o gráfico aparecerá automaticamente na aba de Mentions da Dashboard.

Veja abaixo um exemplo, do ramo automotivo. Os picos são pouco acentuados, mas alguns horários são mais intensos do quê outros:

automotivoAbaixo outros dois exemplos que mostram os horários bem mais definidos:

programa televisivo
Distribuição temporal de menções para programa televisivo que ocorre à noite. A maioria das menções ocorre durante o programa.

A seguir outro exemplo, do ramo alimentício.

alimenticio
A marca é caracterizada por produtos mais usados durante jantares. O pico ocorre no momento de preparação das refeições, graças ao compartilhamento de receitas.

Como utilizar esta informação?
Há vários modos de usar a informação de distribuição de menções ao longo dos dias. Seguem alguns exemplos:

  • Decidir quais horários são melhores para postar: se a marca está começando a gestão nas mídias sociais, é possível monitorar em que horários as pessoas já falam sobre a marca e organizar o conteúdo de acordo com o comportamento dos usuários. Outra opção é monitorar o horário em que os concorrentes postam, para entender momentos que podem ser explorados. Assim é possível organizar a agenda da equipe de relacionamento e SAC a partir destas informações.
  • Avaliar comportamento de uso de produtos pelos usuários: alguns tipos de produtos, especialmente os de consumo caseiro, podem ser melhor compreendidos através do volume de menções e publicações sobre uso (como vídeos de maquiagem, selfies com produto etc).
  • Cruzar buzz nas mídias sociais, visitação e conversão em sites e lojas: para entender melhor o ROI das mídias sociais, o volume de menções, comentários e interações ao longo do dia pode ser comparado a métricas externas como visitas, vendas e leads em sites e lojas. Assim, o impacto dos esforços nas mídias sociais pode ser melhor compreendido e reportado.
  • Entender momentos de decisão de compra: ao se monitorar termos relacionados ao processo decisório (por ex., dúvidas entre produtos), as marcas podem compreender em que momentos do dia o consumidor costuma procurar informações entre seus amigos online.
  • Comparar uso nas mídias sociais: cada plataforma como Facebook e Twitter é usada de modo particular. Utilizar os filtros da ferramenta BrandCare para entender o comportamento em cada mídia social diferente permite planejar a comunicação também de forma segmentada.

2 comentários sobre “Como descobrir: em quais horários as pessoas mais falam sobre minha marca (e concorrentes)?”

  1. Saber os horários de pico das redes sociais é realmente muito importante. Mas, uma outra ideia legal também é evita-los. Como escrevi aqui (https://www.revelabit.com.br/blog/o-post-perfeito-do-facebook-o-que-postar-para-ter-melhores-resultados/) em horários em que há menos posts a sua publicação tem uma chance maior de aparecer na Timeline do usuário, pois não tem de competir com uma grande quantidade de posts.
    Como as redes sociais, como o Facebook, vem diminuindo bastante o alcance das publicações de perfis comerciais (páginas), é uma boa tentar aumentar suas chances de aparecer na timeline dos seus clientes =)

  2. Pingback: Leituras da semana: o Masterchef, o Twitter, a empatia do Facebook e estudos de audiência | Estudando Social Media

Deixe uma resposta