A Lei de Pareto e a Concentração de Engajamento nas Mídias Sociais

pareto

A chamada “Lei de Pareto” ou “Princípio de Pareto” é uma proposição que postula que, em determinadas classes de fenômenos sociais observáveis, 80% dos efeitos são provenientes de 20% das causas. Por isto também é conhecida como “princípio 80-20″. De modo geral explica concentrações em todos os tipos de atividades sociais. Por exemplo, 20% das pessoas seriam responsáveis por 80% do consumo no mundo. Ou 20% das marcas são responsáveis por 80% do mercado. Os dados não são exatamente estes nos casos citados e raramente a distribuição é 20/80 de forma exata, mas a concentração é muito frequente, por isto muitos chegam a usar a palavra “lei”.

E o quê isto tem a ver com mídias sociais? Tudo! Os dados e atividades nas mídias sociais também são muito concentrados. A Cauda Longa, que também dá nome ao famoso livro de Chris Anderson, representa uma distribuição semelhante.

É possível encontrar a distribuição semelhante à proposta pelo princípio de Pareto em vários grupos de dados no monitoramento de mídias sociais. No gráfico abaixo temos a concentração de tweets por usuário no contexto de keywords e hashtags de um programa televisivo:

pareto - televisao

O gráfico abaixo mostra a concentração dos perfis em um monitoramento de uma empresa de pequeno porte. No período (30 dias), 433 usuários mencionaram a empresa totalizando 1692 menções. Os 20% que mais mencionaram a marca foram responsáveis por 75% das menções ao todo.

concentracao mencoes

Quando falamos de potencial de alcance, a concentração de audiência pode ser até maior. O gráfico abaixo mostra a distribuição do número de seguidores dos usuários que mencionaram uma empresa de mídia. Os perfis nos 20% do topo possuem, somados, 95% dos seguidores. Existe sobreposição de seguidores no Twitter, então parte da audiência é compartilhada, mas a concentração persiste.

concentração twitter - seguidoresEsta intensidade de concentração também pode ser observada em estruturas de rede. Na rede abaixo, referente a menções ao prefeito de uma capital brasileira durante 18 dias, temos o exemplo de uma dinâmica muito comum em alguns segmentos: o Grau de Entrada é muito mais concentrado do que o Grau de Saída. rede - prefeito mídias sociaisO top 20% dos perfis que receberam conexões foram responsáveis por 93% do Grau de Entrada. Já o top 20% dos perfis que enviaram conexões foram responsáveis por 66% do Grau de Saída.

A relevância do princípio de pareto e concentração dos dados nas mídias sociais deve ser levada em consideração por analistas de mídias sociais.

  • Perfis Engajados: em alguns segmentos, perfis são mais engajados que outros em um grau de concentração muito elevado. São consumidores fiéis, membros de fã-clubes, funcionários da organização etc. Prestar atenção nestes perfis é essencial, uma vez que fazem volume e ajudam a ativar a rede de modo geral.
  • Perfis com Influência/Autoridade: por outro lado, alguns perfis tem mais autoridade que outros. A concentração da disseminação das mensagens mostra que alguns poucos perfis conseguem pautar as conversas e mensagens de muitos outros.
  • Emissão Distribuída, mas Atenção Concentrada: Mais pessoas falam do que são ouvidas. A emissão de mensagens, nas mídias sociais, foi relativamente democratizada, mas o mesmo não aconteceu com a atenção

Tudo isto direciona pra importância de se gerir o relacionamento com stakeholders, comunicadores, influenciadores e consumidores engajados. Metodologias de comunicação e relacionamento direcionadas ao usuário, com o apoio de ferramentas de monitoramento como o BrandCare, podem ajudar nesta tarefa.

One Comment

Deixe uma resposta