Conheça nossa nova Dashboard: sentimento, tags, concorrentes e redes em tempo real

By | BrandCare, Social Media, Uncategorized | No Comments

Como entregar informações em tempo real para diretores, clientes e outros tipos de decisores que possuem pouco tempo para consumir os relatórios? A oportunidade é utilizar dashboards para mostrar as informações de forma rápida, visual e otimizada para grandes telas! Com a nova dashboard do BrandCare, é possível fornecer mais um tipo de entrega ao cliente ou, ainda, montar salas de controle de dados. Confira e entre em contato para saber mais:

Tempo Real: veja informações em real-time

  • Evolução das Menções nas Últimas 24 horas
  • Principais Plataformas por Número de Menções
  • Principais Estados por Número de Menções
  • Termômetro de Sentimento
  • Nuvem de Palavras Geral
  • Destaques de Menções

Sentimento de Marca: exiba dados sobre sentimento e percepção de marca

  • Comparação de Sentimento Hora a Hora
  • Nuvem de Palavras Positivas
  • Nuvem de Palavras Negativas
  • Distribuição de Sentimento
  • Sentimento por Tags

Concorrência: compare sua marca com o ambiente competitivo

  • Evolução de Menções da Concorrência
  • Nuvem de Palavras por Concorrente
  • Principais Tags por Concorrente

Redes: compreenda as conexões entre as conversas sociais

  • Visualização de Redes Completa
  • Clusterização de Perfis e Hashtags
  • Principais Influenciadores e Temas
  • Perfil de Comunidades

E o melhor: funcionalidade extra sem custos adicionais. Surpreenda com maior controle e visualização de dados.

Faça um teste do BrandCare gratuito e solicite a visualização de dashboard!

Quais os dados que mais preocupam os profissionais de marketing?

By | Social Media | No Comments

Quais os desafios que os profissionais de marketing enfrentam com os dados? Em novo relatório, a eConsultancy entrevistou mais de 500 profissionais de marketing e descobriu que os maiores desafios são: Atribuição de Resultados dos Canais; Transformar Dados em Insights; e Transformar Insights em Ação. Como quarto item, Ver o Consumidor de Forma Individual merece destaque, pois traz outra oportunidade para quem trabalha dados de mídia, mensuração e monitoramento de forma conjunta.

data - the most common challenges

Confira mais dados em: Which data challenges cause the most pain for marketers?

Os desafios silenciosos da mineração de dados

By | Social Media | No Comments

[O texto abaixo é uma colaboração do grupo Grupo Geminis UFSCar, que está utilizando o BrandCare graças ao apoio de um plano acadêmico oferecido pela Social Figures]

Sessão-TerapiaNa última década, as ferramentas de monitoramento de redes sociais se multiplicaram numa velocidade vertiginosa e se tornaram um dos grandes motores da economia contemporânea. Na sociedade da informação, a expressão, o meio e a mensagem cedem lugar para os grandes bancos de dados das plataformas transmídia. Assim, devido à enorme importância econômica e social que adquiriram, as técnicas de monitoramento das redes sociais geram controvérsias. A maior desconfiança é gerada pelo fato de que essas técnicas são tratadas no mercado, bem como no ambiente acadêmico, como verdadeiras caixas-pretas. Ou seja: como existem poucos estudos que mostrem como essas ferramentas funcionam, elas são vistas como máquinas dotadas de um saber/fazer que produz uma série de ruídos na comunicação, provocando a deterioração de algumas noções do que se entende por ‘social’.

Na realidade, essas ferramentas influenciam os novos modos de vida que se encontram em curso nas redes sociais, vide o espaço conquistado pela legião de novos comunicadores das redes sociais, mais conhecidos como youtubers, instagrammers e viners. O temor difundido nas próprias redes sociais é de que essas ferramentas foram criadas somente para nos monitorar (capazes de ler os e-mails, conversas entre usuários e preferências de consumo) e utilizar essas informações com os mais diversos propósitos. Um dos sintomas disso está na disputa intensa de compra e venda de dados, como a aquisição do Whatapp e do Instagram pelo Facebook.

As formas de mineração de dados em redes sociais são interpretadas em um contexto onde informações de valor são números e gráficos condensados, excluindo o dado real do social e do subjetivo, a fim de gerar dados econômicos, objetivos e não necessariamente críticos. A maioria das pesquisas geram dados que respondem de forma quantitativa às perguntas específicas que validam uma ou outra hipótese previamente definida (opinião sobre um jogo de futebol, resultados de campanhas políticas, o valor percebido em uma marca ou a circulação de um conteúdo específico na rede) e são utilizadas para expor o que aconteceu em um determinado momento do passado ou para traçar previsões futuras baseadas nesse resultado encontrado – sem um contexto amplo da circulação.

Ao somar essas constatações, o manuseio do software BrandCare e os propósitos de pesquisa efetivada pelo grupo GEMInIS, foi percebido que os dados coletados, embora ricos e eficientes para nosso conhecimento de pesquisa com redes sociais, não iriam conseguir responder todos os aspectos subjetivos relacionados à recepção dos fãs da série brasileira, Sessão de Terapia (nosso objeto de pesquisa). Esse aspecto não está relacionado às limitações e funcionalidades do software, mas tem origem na complexidade encontrada ao lidar com um grande volume de informações no campo da comunicação. Muito além de analisar os gráficos e tabelas, para compreender a multiplicidade de discursos e as contextualizações possíveis com a obra expressadas pelo fã, é necessário que os pesquisadores retomem aos dados brutos para efetivar uma análise manual e individualizada. Além disso, é necessário que o pesquisador se coloque junto aos fãs, atuando entre a observação e a participação para poder, inclusive, traçar novas formas de coletar e organizar o material. Somente assim, ele terá a possibilidade de não se transformar numa máquina geradora de respostas e não questioná-las ao se isolar em números e gráficos, crendo apenas nos dados, quando eles são passíveis de falhas e de entendimento de práticas subjetivas.

Afinal, o que exatamente leva alguém a curtir, compartilhar ou comentar algo nas redes sociais? Porque ficar apenas nos números, quando eles são passíveis de manipulações com propósitos diversos? Em qual contexto social, econômico e de produção surgem esses líderes de opiniões e celebridades nas redes sociais? O quanto toda essa caixa-preta de dados é conduzida por interesses de mercado institucional e não do público? Em tempos que a comunicação significa também o ecoar de várias vozes pelas redes, precisamos reposicionar e repensar o seu papel perante a interpretação desses gráficos e números, o que demanda um olhar global menos fascinado com os meios e mais atento às metodologias utilizadas para entender as mediações e seus entornos.

Ao mesmo tempo em que esse panorama parece posicionar a pesquisa com mineração de dados em um labirinto gigantesco, é o tamanho desse desafio que se apresenta como um catalizador para que os pesquisadores continuem buscando a realização das perguntas corretas ao invés de tentar obter todas as respostas possíveis por meio dos softwares.

A pesquisa em andamento é uma realização do Grupo Geminis – certificado pelo CNPq, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som da UFSCar. O grupo desenvolve o projeto de pesquisa ”Laboratório de Pesquisa sobre a Produção Seriada Audiovisual Brasileira para Plataformas Transmídia” , aprovado pelo Edital MCTI/CNPQ/MEC/CAPES Nº 22/2014 – Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. Diretório de Grupos de Pesquisa no Brasil – http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1519774412251748.
Prof. Dr. João Carlos Massarolo- UFSCar
Prof. Me. Dario Mesquita – UFSCar
Gustavo Padovani – UFSCar

Planejamento + Monitoramento: 10 Dicas de como usar essa dupla dinâmica

By | Social Media | No Comments

 O monitoramento de mídias sociais não deve ser uma tarefa restrita a SAC, pesquisa ou análise de percepção e imagem. Uma boa relação entre os diferentes setores de uma agência pode trazer ainda mais valor e oportunidades junto a clientes. Uma destas oportunidades é a estreita colaboração entre planners e analistas de monitoramento.

Muitas das informações disponíveis em ferramentas como o BrandCare podem ajudar planners a realizarem propostas, planejamentos, estratégias e documentos de concorrências com mais inteligência.

Benchmark
BenchmarkQue tipo de conteúdo os concorrentes publicam nas mídias sociais? Qual o tom utilizado? São publicados links? Call-to-actions? Hashtags? Qual a frequência e tipo de publicações? As respostas são realizadas em tempo real? Estas e outras informações referentes à atuação dos concorrentes ajudam a direcionar os planners para escolher quais padrões seguir e quais itens utilizar para se diferenciar.

Análise SWOT
Quais são as oportunidades e ameaças dos concorrentes? Há vários jeitos de descobrir isto, com informações de pesquisa de mercado, inteligência competitiva e afins. Mas porque não utilizar o coletivo da internet para identificar as oportunidades e ameaças? Monitorando a página do Reclame Aqui dos concorrentes é possível descobrir quais os pontos fracos do produto ou serviço. Monitorando reviews e avaliações em blogs e YouTube, como vídeos de unboxing, os atributos avaliados pelos consumidores são descobertos. Analisando crises de comunicação e marketing, lacunas dos competidores podem se transformar em alvos a serem

Páginas Facebook - HorariosFlutuação por Horários e Dias
Um bom planejamento de comunicação deve levar em consideração a multiplicidade de atividades e ações realizadas pelos consumidores. Entregar comunicação e mídia do jeito certo e na hora certa aumenta as chances de sucesso. Planners podem utilizar a flutuação de menções por hora do dia como indicador da flutuação de interesse.

O mesmo acontece quanto à flutuação ao longo dos dias da semana. Quais são os padrões? Correlações entre atividades e consumo, como acontece com futebol e cerveja, às vezes podem ser descobertas graças à flutuação de engajamento ao longo dos dias. Além de planejar cronograma de acordo com os dias mais intensos, vale também descobrir estas correlações para pensar o universo de marca.

Share de Voz e Conversação
Analisar o share de conversação serve tanto para dimensionar o tamanho do desafio frente aos concorrentes quanto para convencer o cliente em prospecções. Situar o prospecto quanto a seus concorrentes permite redigir uma proposta de serviços mais assertiva

share of voice

Contrapor impressões dos clientes e realidade
Pode acontecer de um briefing trazer asserções que não correspondem à realidade. Será que o concorrente realmente é aquele apontado pelo cliente? Há algum substituto ao produto não anteriormente identificado? Qual a classe socioeconômica que realmente consome o produto? Ou quem é o responsável pela decisão de compra? Estas e outras informações podem ser checadas ou questionadas com dados das mídias sociais.

Descobrir onde o consumidor está
Quais plataformas preferidas pelo consumidor deste segmento? Entre Facebook, Twitter, Google+, YouTube, Blogs, LinkedIn e outras mídias há diferentes comportamentos para cada plataforma. Além disto, quais são os blogs específicos que falam sobre determinado tema de interesse do seu consumidor? O monitoramento de mídias sociais pode ajudar a direcionar, então, ações de relacionamento e até mídia display nestes sites.

Gif - TVP - BrandCareEncontrar e medir influenciadores
Quem influencia e pauta as conversas sobre a marca? Mapear as redes de conversas sobre o tema de interesse da marca permitirá encontrar influenciadores, que podem ser analisados para gerar mais insights sobre o ambiente do consumidor assim como serem ativados em ações especiais.

Identificar grupos de usuários
Também relacionado às redes, a identificação de grupos de usuários através do algoritmo de clustering permite compreender as conexões entre as comunidades. Ideologia política, influenciador em comum, localização ou interesse temático podem ser alguns dos motivos para o engajamento. Ter isto em conta no planejamento da comunicação é essencial tanto para tratar de temas interessantes quanto para evitar termas espinhosos para o público.

Comportamento dos Usuários
Os seus consumidores possuem Twitter, blogs ou grupos no Facebook? Analisar o comportamento dos usuários além das menções diretas às marcas pode trazer insights sobre Atitudes, Opiniões e Interesses. atividades interesses e opiniões

Como as pessoas falam e se expressam?
Entender como os consumidores falam e se expressam, com regionalismos, gírias e afins é uma fonte de informação que permite ao planner orientar melhor os redatores e criativos.

 

Gostou das dicas? Confira muito mais em: “50 Insights no Monitoramento de Mídias Sociais“.

Cert.br atualiza Cartilha de Segurança para Internet – Redes Sociais

By | Redes Sociais | No Comments

Já falamos aqui da Cert.br, Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil , no post “10 fontes de dados sobre internet e mídias sociais“. O Centro está sempre a lançar materiais úteis para a boa utilização das TICs no Brasil. O material é disponibilizado em diversos formatos, inclusive em slideshows abertos (PPTs) para que as empresas possam utilizar o conteúdo para conscientização interna. Confira:seguranca na internet

 

http://cartilha.cert.br/fasciculos/

Social Figures apoia curso de capacitação em monitoramento para jovens

By | Social Media | One Comment

Entre março e julho deste ano, a dp6 realiza o “Curso de Monitoramento de Mídias Sociais” para jovens alunos da Casas Taiguara. A Casas Taiguara é um projeto que visa acolher crianças e adolescentes das ruas, oferecendo-lhes cuidados de saúde e educação, além de atividades culturais. Dentre as diversas atividades do projeto, a CTC-Digital (Casa Taiguara de Cultura Digital) promove cursos de tecnologia web presenciais a partir de demandas do mercado de agências de publicidade, agências de digital, e-commerces, empresas de games e análises de métrica/desempenho, sempre direcionado para o público mais carente e oriundo de escolas públicas. Além disso, a CTC-DIGITAL conta com um setor de empregabilidade, que além de assessorar seus alunos para o encaminhamento profissional, prospecta vagas no mercado relacionado, intermediando todo o processo entre empresa x estudantes.

Gabriel Ishida, Coordenador de Social Intelligence da dp6 e um dos idealizadores do curso explica a inciativa: “Fizemos essa parceria com as Casas Taiguara por acreditar no projeto que eles propõem e por termos como objetivo a disseminação dos nossos conhecimentos. Já fizemos algumas iniciativas para mostrar ao mercado nossas capacidades e enxergamos que as Casas Taiguara seriam um lugar ideal para que ensinemos esse pessoal mais carente a aprender técnicas e práticas voltadas para o mercado. Nosso principal objetivo com essa parceria é capacitar os alunos a serem excelentes profissionais para o mercado de trabalho, podendo serem contratados por agências e clientes da área de social media.

Social Figures - dp6 - Casas Taiguara

Participação da Social Figures em aula do curso

A Social Figures tem o prazer de ser parceira do projeto, apoiando a iniciativa da dp6 através do oferecimento de planos especiais da ferramenta para uso pelos alunos durante o processo de aprendizado. Na aula do dia 25 de maio, Ricardo Freitas, Gerente de Contas, e Tarcízio Silva, Gerente de Produto, participaram de aula do projeto falando sobre a ferramenta BrandCare e sobre oportunidades do mercado de monitoramento de mídias sociais.

Masterchef: qual jurado vence nas mídias sociais?

By | Uncategorized | No Comments

Masterchef Brasil voltou com tudo! Um dos programas que mais engajam seu público, a competição para descobrir um novo grande chef brasileiro ganha as mídias sociais. Em apenas dois dias, monitoramos mais de 64 mil tweets em português, que aconteceram sobretudo durante o próprio programa. A atividade de segunda tela é intensa, especialmente com comentários sobre os renomados chefs Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça.

MasterChef - mencoes por hora - brandcare

MasterChef - mencoes por jurado - 400pxParece que o jeito impiedoso da Paola faz sucesso! Menções diretas à chef lideraram no monitoramento realizado.  Tweet jocoso que disse que a Paola estava de TPM foi um dos mais repercutidos sobre os jurados, mostrando que tava todo mundo ligado nos comentários da Paola na telona!

E o mais importante para o sucesso de um programa são os fãs dos jurados, participantes e apresentadores. Nada melhor para entender as redes do que visualizá-las de forma interativa, não é? Clique para conferir abaixo as redes de menções específicas aos três jurados:

Paola Carosella

Observem, na rede abaixo, como as menções se concentram em torno do @pcastagnoli, perfil que enviou o tweet sobre a “TPM”. No caso dos outros dois jurados, a rede é mais distribuída. Clique para ver:

Rede - Paola Carosella - Masterchef - BrandCare

 

Erick Jacquin

A rede de menções ao Erick Jaqcuin teve uma quantidade maior de perfis envolvidos na conversação. O destaque, como é comum no Twitter, também foi para o humor: o perfil @poxaduduh fez piada dizendo que um dos participantes é filho do chef. Clique para ver interativa:

Rede - Erick Jacquin - Masterchef - BrandCare

Henrique Fogaça

A rede sobre o Fogaça, de menor porte, pode ser resultado de sua menor quantidade de seguidores. Clique para visualizar:Rede - Henrique Fogaça - Masterchef - BrandCare

Leia mais sobre análise de redes sociais no nosso Slideshare.

Pão de Açúcar ou Pão de Açúcar? Como a Análise de Redes Sociais ajuda a separar o joio do trigo no Instagram

By | Social Media | No Comments

Um dos principais recursos da análise de redes sociais é o algoritmo de clustering. Basicamente, este algoritmo agrupa vértices de acordo com suas conexões. Vértices que possuem mais conexões entre si do que em relação ao resto da rede são agrupados nos clusters. No caso do Instagram, é possível fazer monitoramento de hashtags e criar redes a partir das conexões entre elas. Abaixo um exemplo, a partir do monitoramento da hashtag #paodeacucar no nosso software BrandCare:

pao de acucar - rede completa

Observe que é uma rede muito conectada, quase todos os clusters estão muito entrelaçados. Esta é uma característica muito comum nas redes do Instagram, pois as hashtags inseridas pelos usuários são muito numerosas. Mas há um cluster um pouco separado dos demais:
pao de acucar - cluster dissociado

Vamos dar um zoom pra conferir quais são as hashtags nesta área da rede?
pao de acucar - cerveja

São todas hashtags relacionadas a cerveja! Analisando as imagens, podemos perceber que foi resultado de promoções de cervejas premium e/ou importadas na rede de supermercados Pão de Açúcar. O objetivo deste monitoramento, porém, é entender as hashtags associadas ao Pão de Açúcar, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro e do Brasil. Por isto, na rede como um todo, as hashtags mais frequentes são termos como #riodejaneiro, #brasil, #urca, #errejota e #cidademaravilhosa.

A identificação do cluster pelo algoritmo de rede, neste caso, ajudou a isolar menções que não tem a ver com o objetivo do projeto. Mas, caso fosse um projeto para a rede de supermercados Pão de Açúcar, também trouxe informações, mostrando o impacto que esta categoria de produto tem na divulgação da rede, graças às promoções inesperadas.

Este é só um dos muitos insights que a análise de redes sociais (ARS) pode trazer para seu monitoramento de mídias sociais. Baixe o whitepaper “Análise de Redes em Mídias Sociais: grafos, visualizações, métricas e comunidades” para descobrir mais possibilidades!