Category Archives: Mercado

Entrevistamos: Cristal Bittencourt, coordenadora do núcleo web da Yayá Comunicação Integrada

By | Mercado, Social Media | One Comment

A maior fonte de aprendizado da Social Figures são nossos clientes, parceiros e colaboradores. Possuindo o BrandCare e os insights sociais como core business, temos a oportunidade de conhecer profissionais de todos os tipos, habilidades, sotaques, línguas e interesses. Hoje temos o prazer de compartilhar mais um bom papo sobre nossa área. Entrevistamos Cristal Bittencourt, coordenadora do núcleo web da Yayá Comunicação, agência de Salvador que desenvolve projetos de comunicação sob medida para clientes há cerca de 14 anos, desde 2002. Cristal é também pós-graduada em Comunicação Estratégica pela UFBA, blogueira, professora, palestrante e contou pra gente um pouco sobre desafios e particularidades de seu trabalho:

Cristal Bittencourt - YayáVocê poderia nos contar um pouco sobre as entregas realizadas pela Yayá e como a agência vê o monitoramento de mídias sociais na interface com os outros setores?
Desde que começamos a trabalhar mais a fundo com monitoramento, ficou claro o quanto ele poderia ser útil pra tudo. Mas, se no começo era fácil pensar em monitoramento apenas como categorização de sentimento, logo logo isso se transformou apenas na ponta do iceberg, e com o tempo fomos nos familiarizando com categorias, tags, gráficos e classificações que tornariam mais fácil entender duas coisas fundamentais: o cliente e o cliente do cliente. Hoje o desafio é conseguir levar essa “nova cultura” para todos os setores da agência.

Como vocês realizam planejamento de projetos de monitoramento de mídias sociais? Quais os principais desafios?
O maior desafio é sempre entender o cliente. Não importa se é uma barraquinha de frutas ou uma plataforma de petróleo, cada cliente tem suas especificidades, detalhes que muitas vezes só ele conhece e que, quando compreendidos, podem ajudar (e muito!) o nosso trabalho. Um bom briefing é o melhor primeiro passo para um planejamento, seja ele do que for, e com monitoramento não seria diferente.

A Yayá atende clientes de segmentos bem diversos, como educação, construção civil, política e climatização. As entregas são diferentes de acordo com cada tipo de cliente?
Setores diferentes trazem necessidades diferentes, mas o porte do cliente também importa muito. Voltando ao exemplo da barraquinha de fruta, um cliente desse porte tem uma necessidade menor do que uma plataforma de petróleo, e também não dá pra ignorar a questão financeira.

Quando o cliente entende a importância do nosso trabalho, seja de monitoramento ou de gestão de mídias sociais, ele acaba investindo mais e, consequentemente, passa a precisar de um trabalho mais apurado, com relatórios semanais ou, até mesmo, diários, a depender do seu porte. Quanto maior for a sua praça, sua clientela, maior acaba sendo o nosso trabalho também.

Mas, claro, também é possível fazer um bom trabalho para clientes que ainda não podem ser dar ao luxo de manter um investimento um pouco maior em publicidade digital, trabalhando com relatórios mensais mais simples.

Há particularidades no mercado baiano de mídias sociais? Que dicas você poderia dar aos profissionais do estado?
Quem não é de São Paulo tem uma tendência a reclamar da sua região, falar o quanto ainda somos provincianos, o quanto ainda precisamos crescer – e precisamos mesmo, mas o buraco é mais embaixo.
Há um tempo atrás, nossa maior dificuldade era fazer o cliente entender a importância daquilo que a gente faz. Hoje ele já entende, mas muitas vezes acha que é um trabalho “simples”, que não vale um investimento maior.

10 Fontes de Dados sobre Internet e Mídias Sociais

By | Mercado, Redes Sociais, Social Media | 6 Comments

Contextualizar dados é uma tarefa importantíssima em propostas, relatórios e apresentações. Entender o panorama de comportamento, consumo, opiniões e atitudes dos usuários de internet é essencial para o profissional área. Pensando nisto, reunimos 10 fontes de dados sobre internet e mídias sociais: Contextualizar dados é uma tarefa importantíssima em propostas, relatórios e apresentações.

 

O Comitê Gestor da Internet e seus componentes, como o CETIC (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação) e NIC (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) publicam relatórios, pesquisas, indicadores e dados oficiais sobre a internet brasileira. Há relatórios sobre uso domiciliar e empresarial da internet, além de setoriais de educação, saúde, ONGs etc, além de periódicos como a Revista.Br.

revistabr - saude

O Secundados é um site que reúne dados de várias fontes diversas, de forma resumida e com as referências. Especialmente útil para encontrar fontes e para checar aquele dado importante e urgente antes de uma reunião.
secundados - internet movel

Comscore

A ComScore é responsável por algumas das principais ferramentas de acompanhamento de audiência e mensuração de campanhas. Nas seções de Blog e Apresentações/Documentos é possível ver uma prolífica produção de dados e insights sobre o país, como o relatório Brasil Digital Future in Focus 2014:

comscore

Pew Research
A Pew Research é uma “fact tank” que tem como missão informar ao público “números, fatos e tendências que moldam nosso mundo”. A partir dessa premissa, desenvolve pesquisas e estudos sobre política, mídia e notícias, tendências sociais, religião, sociedade hispânica, opiniões e atitudes dos Estados Unidos e do Mundo. Seus dados podem ser relevantes para os mais variados projetos. O braço “Internet Project” da Pew Research já publicou relatórios sobre internet das coisas, conversações no Twitter e projeções para 2025, só para citar alguns exemplos.

Brazil-Report-08

A empresa de certificação ebit lança anualmente a pesquisa webshoppers, já reuniu mais de 18 milhões de questionários respondidos desde 2000. A pesquisa traz informações de volume de pedidos, ticket médio, satisfação, e atitudes em relação a frete, devolução, troca e percepção das lojas pelos brasileiros.
webshoppers - categoria mais vendidas

Global Web Index
A Global Web Index é uma empresa de pesquisa que oferece relatórios a partir de uma assinatura mensal. Mesmo para membros não-pagantes, é possível baixar excertos dos relatórios. No blog

reviews

IAB(s) e Abradi(s)

Os Interactive Advertising Bureau são associações responsáveis por incentivar, promover e regulamentar práticas de publicidade interativa no mundo todo. Há diversas IABs nacionais, inclusive no Brasil. Já a Abradi é focada nas agências: significa Associação Brasileira de Agências Digitais. Além da nacional, há associações em diversos estados brasileiros. Também publicam diversos estudos sobre o mercado do país, como o Censo de Agências Digitais.

faturamento abradi

 

JWT Intelligence

A JWT é um dos principais grupos de publicidade e marketing do mundo, parte do WPP Group. Para o mercado digital, os sites da JWT Intelligence e seus projetos são boas fontes de dados e análises não só de plataformas e consumo digital, mas de comportamento como um todo. Comumente voltam seus olhares à LatAm e Brasil:

Data-point_112213

 

Blogs das Mídias Sociais

Blog, páginas e perfis das próprias mídias sociais também oferecem muito material para os profissionais da área. Sites como Facebook e Twitter buscam promover seu uso através da demonstração de cases, infográficos e pesquisas.

wcmarioimpressions_Follower_growth_copy

Ibope
A empresa de pesquisa que virou metonímia para popularidade também publica dados sobre internet e mídias sociais. Na seção “Conhecimento” do site estão disponíveis artigos, papers, infográficos, boletins e outros produtos de inteligência.

meios de comunicacao ibope

Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira

By | Mercado, Social Media | No Comments

pesquisa brasileira de midia 2014A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República lançou a “Pesquisa Brasileira de Mídia – Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira“. Com um amplo levantamento com respondentes de todo o Brasil, a pesquisa resultou em um documento de 152 páginas descrevendo os hábitos dos brasileiros quanto a mídias, formatos e veículos de TV, Rádio, Internet, Jornais, Revistas e sobre programas e conteúdo governamental.

Ao todo foram 18.312 respondentes, com margem de erro de até 4% em alguns estados e apenas de 1% quanto ao Brasil. Os dados reunidos são bem úteis para os comunicadores, mas seguem alguns destaques:

– De segunda a sexta, os brasileiros assistem a TV cerca de 03h29m (seg a sex) por dia, enquanto os que também usam a internet o fazem 03h39m por dia (seg a sex)

– Entre os 15 sites mais citados, estão quatro mídias sociais: Facebook (1º), YouTube (5º), Twitter (11º) e Instagram (12º)

– Aos finais de semana, o uso de mídias sociais aumenta, com o Facebook mantendo a liderança, Youtube em terceiro lugar e o Twitter em nono

– O acesso à internet em casa é privilégio de 47º dos brasileiros, com São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Distrito Federal possuindo uma maior taxa de acesso doméstico do que fora de casa

– Em todos os aspectos, o perfil sociodemográfico com o maior acesso à internet é de 16 a 35 anos, ganhando mais de 2 salários mínimos, ensino superior, morador de grandes centros urbanos e que trabalha em comércio/serviços

acesso a internet em casa

Acesso a Internet em Casa

– O uso de telefones celulares para acesso à internet é bastante amplo, superando o de computadores, em diversos estados do Norte

– Quanto à confiança nas notícias, os meios tradicionais continuam na liderança: respectivamente, jornais impressos, rádio e TV lideram

A pesquisa está disponível para visualização e download no SlideShare do Blog do Planalto: