dados

Entretenimento lidera em taxas de engajamento

By | Uncategorized | No Comments

O estudo “Digital Future in Focus” 2015, da comScore, traz dados sobre o uso de internet, mobile e mídias sociais no Brasil. Entre as descobertas, mostra que o Twitter cresceu +710% em participação da audiência (retweets e favorites) entre janeiro de 2014 e abril de 2015.

Outro dado muito relevante é a maior taxa de interação obtida por páginas do setor de Entretenimento. Confira:

engajamento - entretenimento

Quais os dados que mais preocupam os profissionais de marketing?

By | Social Media | No Comments

Quais os desafios que os profissionais de marketing enfrentam com os dados? Em novo relatório, a eConsultancy entrevistou mais de 500 profissionais de marketing e descobriu que os maiores desafios são: Atribuição de Resultados dos Canais; Transformar Dados em Insights; e Transformar Insights em Ação. Como quarto item, Ver o Consumidor de Forma Individual merece destaque, pois traz outra oportunidade para quem trabalha dados de mídia, mensuração e monitoramento de forma conjunta.

data - the most common challenges

Confira mais dados em: Which data challenges cause the most pain for marketers?

Raio-X dos Profissionais de Mídias Sociais no Brasil

By | Social Media | No Comments

A Trampos, em parceria com a Alma Beta, publicou os resultados da pesquisa “Raio-X dos Profissionais de Mídias Sociais no Brasil”, realizada neste ano com mais de 1000 profissionais brasileiros. São 64 páginas com dados sobre atividades, formação, cursos, médias salarias, referências de cases, agências e profissionais. A Social Figures marca presença com um profissional citado entre as 8 referências do mercado. Clique para conferir a pesquisa completa:

pesquisa trampos - atividades

Assine o nosso feed para não perder nada!

3 Cuidados ao Generalizar Dados em Mídias Sociais

By | Social Media | No Comments

Os dados nas mídias sociais são excelentes para medir o pulso das marcas, segmentos, temas e debates na opinião pública online. Porém, para realizar análises precisar, é importante também entender as eventuais limitações dos dados sociais digitais. Em se tratando de generalização de dados, os três pontos abaixo merecem atenção:

1 – Demografia

Um primeiro cuidado é lembrar que os usuários nas mídias sociais possuem características demográficas, em média, diferente da população geral. Isto é resultado de diversos fatores, como expectativas sociais (alguns grupos são mais motivados a se expressar), econômicas (acesso a computadores e smartphones), tecnológicas (disponibilidade de acesso, por exemplo), educacionais (alfabetismo digital) e outras.

O gráfico abaixo é um exemplo, da Pew Research, que mostra como a população de diferentes mídias sociais é inclinada para algumas características nos EUA:

landscape-of-users

Como contornar esta limitação?
Realizar o monitoramento de mídias sociais focado nos usuários ajuda a compreender a amplitude dos dados, assim como ajustar para representar melhor o que está sendo pesquisado. Em ferramenta de monitoramento como o BrandCare, é importante usar as funcionalidades de CRM e categorização da audiência para medir também qual tipo de público está conversando com a marca.

 

2 – Tipos de Usuários

Uma segunda limitação é o fato de que existem diferentes tipos de usos das mídias sociais. Algumas pessoas se expressam mais, publicam mais com opiniões e conteúdos originais. Outras realizam curadoria, comentários e recomendações. Já outras preferem apenas consumir e ler conteúdo, sem se posicionar. O gráfico abaixo, proposto pela Forrester Research, sistematiza estes tipos de usos:

technographics ladder

Como contornar esta limitação? É importante lembrar que, a depender do segmento de sua empresa, apenas uma fatia do público estará mais propensa a se expressar espontaneamente. Então, na medida do possível, desenvolva conteúdo interacional, com chamadas para conversação, com call to action e temas que gerem engajamento.

 

3 – Temáticas Populares / Tabus

Outra limitação para generalizar os dados é que algumas temáticas são mais favorecidas pelas mídias sociais, de modo geral. Expressão pessoal, conteúdo relacionado indiretamente a status e alguns temas populares geram mais conversações do que temas com poucos ganchos sociais. Além disto, alguns temas tabus como sexo, higiene, violência e política podem ser evitados em alguns círculos.

Como contornar esta limitação? Em primeiro lugar, deve-se compreender que alguns segmentos são menos debatidos que outros. Dessa forma, realizar estudos longitudinais é especialmente importante, para gerar um volume mais relevante de conversas. Além disto, pode-se aproveitar os públicos online para gerar outros modos de coleta de dados como questionários anônimos.

Mídia Dados 2014: brasileiros são fanáticos por blogs

By | Social Media | No Comments

O Mídia Dados, portal de dados e informações publicados pelo Grupo de Mídia de São Paulo acabou de lançar sua nova edição. Com dados sobre Mercado & Demografia, Televisão, Revista, Rádio, Jornal, Entretenimento e Mídia Digital, as dezenas de gráficos trazem contexto para o comunicador. Entre os pontos de dados mais impactantes do estudo está a diferença entre uso de blogs em média no Brasil e no mundo. A categoria tem penetração de 71,2% no país enquanto a média global é de 52,1%.

blogs brasil

Quer saber o que falam de sua marca nos blogs do Brasil e do mundo? Faça um teste gratuito do BrandCare clicando na home do nosso site.

10 Fontes de Dados sobre Internet e Mídias Sociais

By | Mercado, Redes Sociais, Social Media | 6 Comments

Contextualizar dados é uma tarefa importantíssima em propostas, relatórios e apresentações. Entender o panorama de comportamento, consumo, opiniões e atitudes dos usuários de internet é essencial para o profissional área. Pensando nisto, reunimos 10 fontes de dados sobre internet e mídias sociais: Contextualizar dados é uma tarefa importantíssima em propostas, relatórios e apresentações.

 

O Comitê Gestor da Internet e seus componentes, como o CETIC (Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação) e NIC (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) publicam relatórios, pesquisas, indicadores e dados oficiais sobre a internet brasileira. Há relatórios sobre uso domiciliar e empresarial da internet, além de setoriais de educação, saúde, ONGs etc, além de periódicos como a Revista.Br.

revistabr - saude

O Secundados é um site que reúne dados de várias fontes diversas, de forma resumida e com as referências. Especialmente útil para encontrar fontes e para checar aquele dado importante e urgente antes de uma reunião.
secundados - internet movel

Comscore

A ComScore é responsável por algumas das principais ferramentas de acompanhamento de audiência e mensuração de campanhas. Nas seções de Blog e Apresentações/Documentos é possível ver uma prolífica produção de dados e insights sobre o país, como o relatório Brasil Digital Future in Focus 2014:

comscore

Pew Research
A Pew Research é uma “fact tank” que tem como missão informar ao público “números, fatos e tendências que moldam nosso mundo”. A partir dessa premissa, desenvolve pesquisas e estudos sobre política, mídia e notícias, tendências sociais, religião, sociedade hispânica, opiniões e atitudes dos Estados Unidos e do Mundo. Seus dados podem ser relevantes para os mais variados projetos. O braço “Internet Project” da Pew Research já publicou relatórios sobre internet das coisas, conversações no Twitter e projeções para 2025, só para citar alguns exemplos.

Brazil-Report-08

A empresa de certificação ebit lança anualmente a pesquisa webshoppers, já reuniu mais de 18 milhões de questionários respondidos desde 2000. A pesquisa traz informações de volume de pedidos, ticket médio, satisfação, e atitudes em relação a frete, devolução, troca e percepção das lojas pelos brasileiros.
webshoppers - categoria mais vendidas

Global Web Index
A Global Web Index é uma empresa de pesquisa que oferece relatórios a partir de uma assinatura mensal. Mesmo para membros não-pagantes, é possível baixar excertos dos relatórios. No blog

reviews

IAB(s) e Abradi(s)

Os Interactive Advertising Bureau são associações responsáveis por incentivar, promover e regulamentar práticas de publicidade interativa no mundo todo. Há diversas IABs nacionais, inclusive no Brasil. Já a Abradi é focada nas agências: significa Associação Brasileira de Agências Digitais. Além da nacional, há associações em diversos estados brasileiros. Também publicam diversos estudos sobre o mercado do país, como o Censo de Agências Digitais.

faturamento abradi

 

JWT Intelligence

A JWT é um dos principais grupos de publicidade e marketing do mundo, parte do WPP Group. Para o mercado digital, os sites da JWT Intelligence e seus projetos são boas fontes de dados e análises não só de plataformas e consumo digital, mas de comportamento como um todo. Comumente voltam seus olhares à LatAm e Brasil:

Data-point_112213

 

Blogs das Mídias Sociais

Blog, páginas e perfis das próprias mídias sociais também oferecem muito material para os profissionais da área. Sites como Facebook e Twitter buscam promover seu uso através da demonstração de cases, infográficos e pesquisas.

wcmarioimpressions_Follower_growth_copy

Ibope
A empresa de pesquisa que virou metonímia para popularidade também publica dados sobre internet e mídias sociais. Na seção “Conhecimento” do site estão disponíveis artigos, papers, infográficos, boletins e outros produtos de inteligência.

meios de comunicacao ibope

Quem usa o Twitter no Brasil?

By | Social Media | No Comments

Infográfico baseado em diversas fontes de dados traz insights interessantes sobre o Twitter no Brasil. Apesar de serem bastante utilizados para atendimento ao consumidor, os perfis de marca no Twitter são utilizados por vários outros motivos. Confira este e outros dados:

twitter no brasil

Novidades BrandCare: gráficos, níveis de categorias, exportação de menções de usuários e mais

By | BrandCare | No Comments

Algumas novidades no BrandCare vão ajudar seu trabalho a fluir ainda mais rápido! Segue a lista das últimas implementações:

1) Novos gráficos HTML5 no dashboard, com visualização otimizada para tablet e smartphone
Os gráficos da Dashboard, que resumem os dados filtrados referentes às Buscas, Canais, Tags, Tópicos, Sentimento e Gênero foram reformulados. Em formato HTML5, a visualização em tablets e smartphone ficou mais fácil. Também há mais formato de exportação das imagens dos gráficos direto pela Dashboard (lembrando que os dados brutos podem ser exportados em 7 formatos diferentes na aba Relatórios).
grafico brandcare monitoramento de midias sociais
2) Aplicar Filtro sempre visível
Uma das facilidades de usabilidade do BrandCare é a quantidade de filtros, sempre visíveis na barra do lado esquerdo da ferramenta. Para facilitar ainda mais a variação de filtros para visualização e análise dos dados, o botão “Aplicar Filtro” te acompanha enquanto você desce pela página, permitindo que novos filtros sejam aplicados com rapidez.
3) Categorias para as Tags
A adição e exibição das tags no Filtro agora permite uma organização mais granular das informações. Cada “tag” pode ser associada a uma categoria mãe. Assim o analista pode dividir, no Filtro, as tags relacionadas às categorias de análise como “Emissor”, “Tema”, “Evento”, “Assunto” e outros. Veja o guia “Como Criar Categorias e Tags no Monitoramento de Mídias Sociais” para orientações relacionadas a este tema.
Categorias e Tags
4) Exportação de Todas Mensagens do Usuário
Na aba de “Contatos”, é possível também fazer a exportação já de usuários específicos. A funcionalidade já era possível através da exportação de Dados Brutos, mas a novidade agiliza o processo de compreensão de consumidores e público mais rapidamente.
Contatos - Exportacao de Menções BrandCare
Para conhecer mais o BrandCare, confira uma apresentação no SlideShare.