Facebook

Lançamos Análise de Redes para Páginas e Grupos Facebook!

By | Uncategorized | No Comments

Seguindo a boa repercussão da análise de redes para Twitter e Instagram, acabamos de lançar a versão beta da análise de redes para Facebook. Monitoramento Páginas e Grupos, é possível gerar visualizações de redes e descobrir informações como: Quais usuários interagem com mais de uma marca ou grupo? Quais usuários são engajados em marcas outros usuários, amplificando a mensagem de sua marca? Quais participantes são mais engajados nas conversas? A rede é estruturada a partir de likes, comentários, co-comentários e marcações, então expande a compreensão do ambiente conversacional e/ou competitivo. Faça um teste!

Análise de Redes - Facebook

Confira outras postagens sobre análise de redes.

Conheça nossa nova Dashboard: sentimento, tags, concorrentes e redes em tempo real

By | BrandCare, Social Media, Uncategorized | No Comments

Como entregar informações em tempo real para diretores, clientes e outros tipos de decisores que possuem pouco tempo para consumir os relatórios? A oportunidade é utilizar dashboards para mostrar as informações de forma rápida, visual e otimizada para grandes telas! Com a nova dashboard do BrandCare, é possível fornecer mais um tipo de entrega ao cliente ou, ainda, montar salas de controle de dados. Confira e entre em contato para saber mais:

Tempo Real: veja informações em real-time

  • Evolução das Menções nas Últimas 24 horas
  • Principais Plataformas por Número de Menções
  • Principais Estados por Número de Menções
  • Termômetro de Sentimento
  • Nuvem de Palavras Geral
  • Destaques de Menções

Sentimento de Marca: exiba dados sobre sentimento e percepção de marca

  • Comparação de Sentimento Hora a Hora
  • Nuvem de Palavras Positivas
  • Nuvem de Palavras Negativas
  • Distribuição de Sentimento
  • Sentimento por Tags

Concorrência: compare sua marca com o ambiente competitivo

  • Evolução de Menções da Concorrência
  • Nuvem de Palavras por Concorrente
  • Principais Tags por Concorrente

Redes: compreenda as conexões entre as conversas sociais

  • Visualização de Redes Completa
  • Clusterização de Perfis e Hashtags
  • Principais Influenciadores e Temas
  • Perfil de Comunidades

E o melhor: funcionalidade extra sem custos adicionais. Surpreenda com maior controle e visualização de dados.

Faça um teste do BrandCare gratuito e solicite a visualização de dashboard!

Planejamento + Monitoramento: 10 Dicas de como usar essa dupla dinâmica

By | Social Media | No Comments

 O monitoramento de mídias sociais não deve ser uma tarefa restrita a SAC, pesquisa ou análise de percepção e imagem. Uma boa relação entre os diferentes setores de uma agência pode trazer ainda mais valor e oportunidades junto a clientes. Uma destas oportunidades é a estreita colaboração entre planners e analistas de monitoramento.

Muitas das informações disponíveis em ferramentas como o BrandCare podem ajudar planners a realizarem propostas, planejamentos, estratégias e documentos de concorrências com mais inteligência.

Benchmark
BenchmarkQue tipo de conteúdo os concorrentes publicam nas mídias sociais? Qual o tom utilizado? São publicados links? Call-to-actions? Hashtags? Qual a frequência e tipo de publicações? As respostas são realizadas em tempo real? Estas e outras informações referentes à atuação dos concorrentes ajudam a direcionar os planners para escolher quais padrões seguir e quais itens utilizar para se diferenciar.

Análise SWOT
Quais são as oportunidades e ameaças dos concorrentes? Há vários jeitos de descobrir isto, com informações de pesquisa de mercado, inteligência competitiva e afins. Mas porque não utilizar o coletivo da internet para identificar as oportunidades e ameaças? Monitorando a página do Reclame Aqui dos concorrentes é possível descobrir quais os pontos fracos do produto ou serviço. Monitorando reviews e avaliações em blogs e YouTube, como vídeos de unboxing, os atributos avaliados pelos consumidores são descobertos. Analisando crises de comunicação e marketing, lacunas dos competidores podem se transformar em alvos a serem

Páginas Facebook - HorariosFlutuação por Horários e Dias
Um bom planejamento de comunicação deve levar em consideração a multiplicidade de atividades e ações realizadas pelos consumidores. Entregar comunicação e mídia do jeito certo e na hora certa aumenta as chances de sucesso. Planners podem utilizar a flutuação de menções por hora do dia como indicador da flutuação de interesse.

O mesmo acontece quanto à flutuação ao longo dos dias da semana. Quais são os padrões? Correlações entre atividades e consumo, como acontece com futebol e cerveja, às vezes podem ser descobertas graças à flutuação de engajamento ao longo dos dias. Além de planejar cronograma de acordo com os dias mais intensos, vale também descobrir estas correlações para pensar o universo de marca.

Share de Voz e Conversação
Analisar o share de conversação serve tanto para dimensionar o tamanho do desafio frente aos concorrentes quanto para convencer o cliente em prospecções. Situar o prospecto quanto a seus concorrentes permite redigir uma proposta de serviços mais assertiva

share of voice

Contrapor impressões dos clientes e realidade
Pode acontecer de um briefing trazer asserções que não correspondem à realidade. Será que o concorrente realmente é aquele apontado pelo cliente? Há algum substituto ao produto não anteriormente identificado? Qual a classe socioeconômica que realmente consome o produto? Ou quem é o responsável pela decisão de compra? Estas e outras informações podem ser checadas ou questionadas com dados das mídias sociais.

Descobrir onde o consumidor está
Quais plataformas preferidas pelo consumidor deste segmento? Entre Facebook, Twitter, Google+, YouTube, Blogs, LinkedIn e outras mídias há diferentes comportamentos para cada plataforma. Além disto, quais são os blogs específicos que falam sobre determinado tema de interesse do seu consumidor? O monitoramento de mídias sociais pode ajudar a direcionar, então, ações de relacionamento e até mídia display nestes sites.

Gif - TVP - BrandCareEncontrar e medir influenciadores
Quem influencia e pauta as conversas sobre a marca? Mapear as redes de conversas sobre o tema de interesse da marca permitirá encontrar influenciadores, que podem ser analisados para gerar mais insights sobre o ambiente do consumidor assim como serem ativados em ações especiais.

Identificar grupos de usuários
Também relacionado às redes, a identificação de grupos de usuários através do algoritmo de clustering permite compreender as conexões entre as comunidades. Ideologia política, influenciador em comum, localização ou interesse temático podem ser alguns dos motivos para o engajamento. Ter isto em conta no planejamento da comunicação é essencial tanto para tratar de temas interessantes quanto para evitar termas espinhosos para o público.

Comportamento dos Usuários
Os seus consumidores possuem Twitter, blogs ou grupos no Facebook? Analisar o comportamento dos usuários além das menções diretas às marcas pode trazer insights sobre Atitudes, Opiniões e Interesses. atividades interesses e opiniões

Como as pessoas falam e se expressam?
Entender como os consumidores falam e se expressam, com regionalismos, gírias e afins é uma fonte de informação que permite ao planner orientar melhor os redatores e criativos.

 

Gostou das dicas? Confira muito mais em: “50 Insights no Monitoramento de Mídias Sociais“.

Não é mais possível monitorar o Facebook?

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

facebookA resposta é: “mais ou menos”! :)

A partir de 01 de maio, o Facebook não vai entregar mais menções brutas para nenhuma ferramenta de métricas ou monitoramento. Isto significa que nenhum usuário ou ferramenta poderá buscar por um termo, como o nome de uma marca, e receber resultados com texto e nome dos usuários de modo geral.

Isto foi definido pelo Facebook por dois motivos: para preservar ainda mais a privacidade dos usuários e para permitir o oferecimento de novos tipos de dados. Ao invés do texto bruto, serão entregues dados processados como indicadores, através do fornecedor de dados Datasift, que é o intermediário entre o Facebook e ferramentas como o BrandCare. Isto significa que, em breve, poderemos ter novos tipos de dados mais ricos, como distribuição geográfica, idade e profissões dos emissores das mensagens.

Porém, este novo modo de se coletar dados será oferecido inicialmente apenas para Estados Unidos e Reino Unido. Em seguida, liberado para outros países. BrandCare e demais ferramentas brasileiras estão aguardando mais informações sobre o recurso e atualizaremos nossos clientes assim que possível.

E o que já pode ser feito?

Na verdade, muita coisa! Como esta mudança não interfere nas Facebook Pages, o monitoramento de posts e comentários na fanpage de sua marca continua exatamente o mesmo! Assim é possível ver elogios e reclamações direcionadas à sua empresa, conversar e responder aos usuários, analisar comportamento e ainda comparar marcas para benchmarking. Veja um exemplo de estudo baseado em Facebook Pages do setor de moda:

Slide16

Os demais recursos inovadores do BrandCare continuam firmes e fortes, além de estarem em constante evolução. A Análise de Redes no Twitter e Instagram, por exemplo, ajuda agências e empresas a encontrarem mais dados e insights nas mídias sociais. Veja um exemplo de análise clicando abaixo:

Gif - TVP - BrandCare

Assine nosso blog e acompanhe o nosso SlideShare para ver mais dicas sobre como extrair o máximo de insights de seus dados sociais!

Moda e Mídias Sociais: análise de páginas de lojas fast fashion

By | Uncategorized | No Comments

Monitorar páginas do Facebook, seus posts e comentários pode trazer muitas informações para a gestão das mídias sociais. Para mostrar alguns exemplos de insights, acabamos de lançar o estudo “Moda e Mídias Sociais: Análise de Facebook Pages de Fast Fashion“. Informações como Share of Voice, Tipos de Formatos, Volume de Postagens e Categorias podem ser analisadas para permitir uma gestão baseada em inteligência competitiva.

Slide5

Ao longo do relatório, é possível entender melhor o segmento de fast fashion. O tipo mais comum de conteúdo publicado pode ser categorizado como “Guia de Estilo”, sugestões de combinações de peças ligadas às tendências de moda.

Slide16

Slide24

Confira todos os resultados no nosso SlideShare:


“No Outro Site”: as indiretas que os tuiteiros mandam para o Facebook

By | Social Media | One Comment

O Facebook possui uma população de usuários ativos superior a do Twitter. Entre os dois sites existe uma diferença de postura e comportamento médio bem marcantes. Realizamos uma pesquisa sobre como os tuiteiros fazem referências “indiretas” ao Facebook.  Entre piadas e comentários corriqueiros, é possível colher aprendizados sobre as dinâmicas do ecossistema das mídias sociais.

O estudo foi particularmente interessante por ser baseado não na busca pelo termo “Facebook”, mas sim por um termo “indireto”, algo que acontece em monitoramentos de marcas e políticos e é bastante difícil de ser descoberto. Monitoramos, em nosso software BrandCare, os seguintes termos:

termos - no outro site

 

Um tweet típico com a referência ao Facebook nestes termos:

tweet luscaspfvr eventos

No período monitorado (06 a 20 de janeiro), o volume de tweets com as keywords monitoradas variou de 7 a 249 tweets por dia:

Volume de Menções - no outro site

Abaixo, o gráfico mostra os tipos mais comuns de referências ao comportamento das pessoas no Facebook. Em primeiro lugar, usuários do Twitter falando sobre o quanto postagens específicas no Facebook são desagradáveis ou incômodas por determinado motivo. Em segundo lugar, com 15% dos tweets, estão referência a participantes do Facebook, para os quais são impostos alguns comportamentos. Em terceiro lugar, as críticas aos Eventos “fakes” realizados com fins apenas humorísticos e afiliativos.

no outro site - indiretas ao facebook no twitterEntre os tweets da primeira categoria, Postagens, foram frequentes as referências à circulação de notícias falsas no Facebook. O exemplo abaixo ilustra bem:

 

 

doutorcalligari - posts falsos no facebookOs Participantes do Facebook não são poupados também. Diversos usuários estabelecem supostas alteridades, geralmente em relação a seus modos de ver o mundo.

brunovit - usuarios chatos no facebook

Um ótimo exemplo que mostra como o que está em jogo é a noção de alteridade (o usuário do Facebook é “o outro” para estes tuiteiros) são os tweets abaixo:

machismo x feminismo

A terceira categoria de tweets mais frequentes no período foram de mensagens criticando o uso lúdico do recurso de Eventos no Facebook.

no outro site - eventos fakes

De modo geral, grande parte das mensagens tratam de críticas a atitudes vistas como características da plataforma Facebook. Alguns exemplos de tweets do tipo:

no outro site - participantes

Este pequeno estudo permite lembrar de algumas características bem relevantes das mídias sociais:

  • A construção da sensação de comunidade nas plataformas muitas vezes passa pela definição do que é considerado “o outro”. Grupos, nichos e tribos são definidos por suas características, mas elas sempre são relacionais. Apontar particularidades do “não-eu” é comum em posicionamentos políticos (como uso de termos como “petralha” ou “coxinha”), em afiliações a marcas (“macfags”, por exemplo) e, como vimos, até mesmo na consideração do que é particular de cada mídia social.
  • Monitorar apenas o nome de uma marca muitas vezes não é suficiente. Se o estudo fosse realizado buscando o termo “Facebook”, teríamos milhões de mensagens, mas perderíamos este tipo bem particular de comportamento analisado. Os projetos de monitoramento devem ser o mais abrangente possíveis.
  • A utilização de diversas plataformas ao mesmo tempo e a referencialidade entre elas é comum. Analisar o consumidor levando em conta as mensagens que publica em suas várias plataformas (perfis Twitter, Facebook, Google+, blogs etc) é essencial para entender profundamente seu comportamento.
  • A estrutura da rede em monitoramentos do tipo tende a ser bem dispersa, especialmente pelo uso de várias keywords de busca. São mensagens mais espontâneas do que pautadas por influenciadores ou acontecimentos. Mas, ainda assim, a visualização de rede permite encontrar rapidamente as mensagens que geraram disseminação:

rede - no outro site

  • Apesar de existirem variados tipos de acusações quanto ao comportamento dos usuários do Facebook, alguns padrões podem ser percebidos. De modo geral: circulação de boatos; casos de brigas e desentendimentos; demora em acompanhar tendências e “memes”. Não há dados atualizados tão detalhados sobre a distribuição demográfica no Brasil, mas nos EUA o Twitter tem uma população com maior escolaridade média, mais jovem e com maior poder aquisitivo. Então a população do Twitter se vê como diferente ou mais qualificada do que a do Facebook, que representa melhor a população geral “média”. Veja dados da Pew Research:

twitter e facebook demographics USA

Não esqueça de seguir nosso feed pra receber mais estudos e análises das mídias sociais!

5 insights de monitoramento de páginas de Facebook

By | Uncategorized | No Comments

As páginas de marcas no Facebook oferecem muitas possibilidades de gerar ações e insights! Além de conteúdo e relacionamento, é possível monitorar concorrentes para entender os padrões do segmento e desenvolver táticas para diferenciar sua atuação nesta mídia social.

Comparação de volume de publicações em páginas do Facebook

Comparação de volume de publicações em páginas do Facebook

1 – Usuários mais Ativos na Página
Quem são os usuários mais ativos nas páginas de sua marca? Compreender quem interage repetidamente pode gerar insights para planejamento, conteúdo e relacionamento. Cada segmento e marca terá suas particularidades. Por exemplo, em comércio eletrônico é comum que os mais ativos sejam consumidores insatisfeitos reclamando com a empresa por algum problema como entrega. Mas e quem são os engajados positivamente? Quais suas características? Entender quem são estas pessoas permite criar conteúdo que os agrade, aumentando as taxas de engajamento e resultados da página.

2 – Tipos de Dúvidas e Reclamações
As páginas de Facebook são um importante local de contato entre os consumidores e as empresas. Os usuários já se acostumaram a ir nas páginas tirar dúvidas ou reclamar, e muito, quando insatisfeitos. Além disto tudo trazer ótimas oportunidades para a relação direta com o consumidor, ao longo do tempo também pode trazer insights. Se os tipos de reclamações forem quantificados, a empresa poderá desenvolver guias de respostas, FAQs e conteúdos que antecipem as dúvidas e reclamações.

3 – Horários com Maior Volume de Comentários
Em quais horários o público está online e interessado? Esta informação é essencial para definir melhor cronograma de conteúdo e planejar bem as táticas de relacionamento. Observando gráficos com o volume de hora em hora dos concorrentes, você pode tanto entender os padrões de publicação do segmento quanto descobrir lacunas temáticas.

Páginas Facebook - Horarios

Tabela de horários com maior volume de conteúdo

4 – Conteúdos que Geram Conversas
Os comentários dos consumidores podem ser de vários tipos. Reclamações, dúvidas, dicas, complementos ao conteúdo, feedback positivo, citação a outros usuários ou conversas, por exemplo. Estes últimos tipos demonstram que o conteúdo realmente está dando certo.

5 – Temas Abordados pela Concorrência
E quais são os temas abordados pela concorrência? Para se diferenciar, a análise de conteúdo da concorrência pode servir para descobrir quais temas estão saturados pelos concorrentes e trazer diferenciais temáticos, estilísticos ou de formato.

Palavras mais usadas por uma página de marca

Palavras mais usadas por uma página de marca

Retrospectivas de 2014 das mídias sociais

By | Social Media | No Comments

Como já é tradição, as mídias sociais publicaram retrospectivas sobre os principais eventos do ano. Entre entretenimento, política, tecnologia e catástrofes, alguns temas como as Eleições Brasileiras, a Copa do Mundo, a Missão Rosetta, o Oscar (e o selfie mais retuitado do mundo) foram muito abordados. Confira as visualizações interativas abaixo:

 

 2014 Twitter – Moments and Perpectives

twitter 2014

 

Facebook Year in Review

facebook 2014

Google Pesquisas do Ano

google search 2014

YouTube Rewind 2014youtube rewind 2014

Como descobrir: em quais mídias sociais meu público está?

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

onde o publico esta

Twitter, Blogs, Facebook, Instagram… compreender onde o público de uma marca está não é uma tarefa tão fácil quanto parece. Apesar dos dados sobre o volume de visitas e tempo de uso em cada mídia social serem abundantes (veja relatório que indicamos), cada segmento, marca e público tem seus próprios comportamentos. Então, é necessário entender como as pessoas que realmente fazem sentido para sua marca ou campanha se comportam.

menções por midias sociais

Como fazer?

A coleta desta informação é uma das mais simples em qualquer monitoramento. Ao se cadastrar uma ou mais palavras-chave nas buscas, assim que as menções chegarem ao BrandCare (apenas alguns minutinhos), a dashboard exibirá os dados na página inicial. Mas, usando um pouco de engenhosidade, dá pra gerar dados mais amplos, além de sua marca:

  • Cadastrar buscas não só de sua marca, mas de concorrentes também: assim as possíveis diferenças podem indicar variados perfis de público ou, ainda, permitir entender as estratégias e táticas da competição;
  • Cadastrar palavras-chave e termos genéricos do segmento (como “beber refrigerante”, “procurando hotel”, “#partiubar”, “política para educação”), para identificar onde as temáticas relacionadas a uma empresa, marca ou político estão sendo debatidas.

Como utilizar?

As aplicações são das mais variadas, como:

  • Planejar a atuação e volume de conteúdo nas diferentes mídias sociais, direcionando volumes de esforços e conteúdo para cada mídia social de acordo com seu potencial e oportunidades;
  • Avaliar, junto aos dados de horário nas mídias sociais, o ciclo de comportamento entre pesquisa, compra, avaliação e engajamento dos consumidores;
  • Perceber emergência ou declínio de diferentes plataformas para seu público.

Mais Insights!

Leia sobre este e outros 49 insights possíveis de serem extraídos de um monitoramento de mídias sociais:

50 Coisas para Descobrir com o Monitoramento de Mídias Sociais

By | Social Media | No Comments

Quem está procurando pelo meu produto ou serviço agora? Em quais mídias sociais meu público está? Quem são as pessoas que mais mencionam a marca? Quais atributos de marca estão sendo associados? É possível gerar centenas de informações e insights com o monitoramento de mídias sociais. Selecionamos 50 deles para você! Confira!