monitoramento de mídias sociais

Monitoramento por geolocalização no BrandCare: faça um teste!

By | Uncategorized | No Comments

Implementamos mais uma novidade no BrandCare: monitoramento por geolocalização! Agora é possível coletar tweets e fotos do Instagram enviadas de locais específicos na cidade. Para fazer sua busca por geolocalização é bem fácil. Depois de selecionar as mídias Twitter e Instagram no primeiro passo da busca, selecione a opção Geo Location e digite um local. Selecione um local (seja o estabelecimento específico ou até a marcação do bairro) e o BrandCare abrirá o mapa abaixo! Aí é só selecionar as regiões e arrastar, aumentando ou diminuindo o raio de coleta. Pronto! É só salvar, confirmar e os twets e fotos começaram a chegar!

brandcare - monitoramento twitter instagram geolocalicação

Com o monitoramento por geolocalização, a geração de inteligência ganha muito contexto! Monitore o que as pessoas olham e fotografam em praças, lojas, shoppings, estádios, ruas, avenidas e diversos estabelecimentos comerciais. Assine o blog e fique de olho nos exemplos que mostraremos em breve! =)

Entrevistamos: Cristal Bittencourt, coordenadora do núcleo web da Yayá Comunicação Integrada

By | Mercado, Social Media | One Comment

A maior fonte de aprendizado da Social Figures são nossos clientes, parceiros e colaboradores. Possuindo o BrandCare e os insights sociais como core business, temos a oportunidade de conhecer profissionais de todos os tipos, habilidades, sotaques, línguas e interesses. Hoje temos o prazer de compartilhar mais um bom papo sobre nossa área. Entrevistamos Cristal Bittencourt, coordenadora do núcleo web da Yayá Comunicação, agência de Salvador que desenvolve projetos de comunicação sob medida para clientes há cerca de 14 anos, desde 2002. Cristal é também pós-graduada em Comunicação Estratégica pela UFBA, blogueira, professora, palestrante e contou pra gente um pouco sobre desafios e particularidades de seu trabalho:

Cristal Bittencourt - YayáVocê poderia nos contar um pouco sobre as entregas realizadas pela Yayá e como a agência vê o monitoramento de mídias sociais na interface com os outros setores?
Desde que começamos a trabalhar mais a fundo com monitoramento, ficou claro o quanto ele poderia ser útil pra tudo. Mas, se no começo era fácil pensar em monitoramento apenas como categorização de sentimento, logo logo isso se transformou apenas na ponta do iceberg, e com o tempo fomos nos familiarizando com categorias, tags, gráficos e classificações que tornariam mais fácil entender duas coisas fundamentais: o cliente e o cliente do cliente. Hoje o desafio é conseguir levar essa “nova cultura” para todos os setores da agência.

Como vocês realizam planejamento de projetos de monitoramento de mídias sociais? Quais os principais desafios?
O maior desafio é sempre entender o cliente. Não importa se é uma barraquinha de frutas ou uma plataforma de petróleo, cada cliente tem suas especificidades, detalhes que muitas vezes só ele conhece e que, quando compreendidos, podem ajudar (e muito!) o nosso trabalho. Um bom briefing é o melhor primeiro passo para um planejamento, seja ele do que for, e com monitoramento não seria diferente.

A Yayá atende clientes de segmentos bem diversos, como educação, construção civil, política e climatização. As entregas são diferentes de acordo com cada tipo de cliente?
Setores diferentes trazem necessidades diferentes, mas o porte do cliente também importa muito. Voltando ao exemplo da barraquinha de fruta, um cliente desse porte tem uma necessidade menor do que uma plataforma de petróleo, e também não dá pra ignorar a questão financeira.

Quando o cliente entende a importância do nosso trabalho, seja de monitoramento ou de gestão de mídias sociais, ele acaba investindo mais e, consequentemente, passa a precisar de um trabalho mais apurado, com relatórios semanais ou, até mesmo, diários, a depender do seu porte. Quanto maior for a sua praça, sua clientela, maior acaba sendo o nosso trabalho também.

Mas, claro, também é possível fazer um bom trabalho para clientes que ainda não podem ser dar ao luxo de manter um investimento um pouco maior em publicidade digital, trabalhando com relatórios mensais mais simples.

Há particularidades no mercado baiano de mídias sociais? Que dicas você poderia dar aos profissionais do estado?
Quem não é de São Paulo tem uma tendência a reclamar da sua região, falar o quanto ainda somos provincianos, o quanto ainda precisamos crescer – e precisamos mesmo, mas o buraco é mais embaixo.
Há um tempo atrás, nossa maior dificuldade era fazer o cliente entender a importância daquilo que a gente faz. Hoje ele já entende, mas muitas vezes acha que é um trabalho “simples”, que não vale um investimento maior.

Case: Monitoramento de Eleições Presidenciais – Como a Medialogue enfrentou esse desafio com a ajuda do BrandCare

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

Monitorando as Eleicoes Presidenciais - Medialogue e BrandCareComo monitorar uma eleição presidencial nas mídias sociais?

A Medialogue, agência especializada na criação de campanhas sociais, comunicação digital e produção de conteúdo, possui expertise, experiência e equipe para desenvolver um trabalho dessa grandiosidade. A agência foi escolhida pela campanha de Aécio Neves para oferecer informações e análises em tempo real sobre as conversas políticas nas mídias sociais.

A campanha presidencial de 2014 foi um dos mais importantes eventos da web naquele ano, tanto em volume de tráfego como engajamento. Nosso maior desafio foi traduzir esses dados em informações e insights” – Alexandre Secco, especialista em comunicação digital, diretor da Medialogue

E como isto foi realizado? Confira e baixe o case completo, que mostra o papel do BrandCare: Monitorando as Eleições Presidenciais – Estudo de Uso do BrandCare.

O que o monitoramento de mídias sociais e o filme Divertida Mente tem em comum?

By | Uncategorized | No Comments

divertidamenteO novo filme da Pixar, traduzido para o Brasil com o título Divertida Mente está fazendo bastante sucesso de público e crítica. Uma de suas inovações é trazer como principais personagens as emoções dentro das mentes dos personagens humanos: Alegria, Tristeza, Raiva, Nojo e Medo interagem na construção de atitudes, comportamentos e memórias da protagonista.

A classificação das emoções humanas básicas é algo que desafia psicólogos, sociólogos e linguistas há centenas de anos. Qual a definição, papel e importância destas emoções para as pessoas e sociedade? E como identificar estas emoções visual ou textualmente?

As emoções do filme da Pixar são muito próximas às emoções principais propostas pelo psicólogo Paul Ekman em seu livro Emotions Revealed. Ekman não só propôs uma classificação consistente das emoções, mas também como os seres humanos expressam e percebem as emoções, inclusive através de referências visuais e expressivas.

emotions - ekmanMas além das expressões faciais, as pessoas também deixam explícitas, de forma intencional ou não, as emoções em seus textos, opiniões e comentários. Há diversos sistemas que buscam entender a presença de palavras marcadoras de estados emocionais nos textos.

Quais são as emoções que as pessoas expressam quando falam de determinados tipos de marcas? Há uma frequência maior de palavras vinculadas à Surpresa ou a Medo, por exemplo? Um político gera Nojo nas opiniões do eleitorado? E como as emoções são vinculadas a tipos de usuários e personas do público de um segmento?

O exemplo abaixo é uma classificação realizada com a vinculação de cerca de mil palavras associadas às diferentes emoções.

Emoções - BrandCare

EEmoções - Radarsta classificação traz mais informação quando é cruzada com agrupamentos/clusters de usuários, tais como a metodologia de identificação qualitativa de personas. Assim como indica o título em inglês do filme, Inside Out, as emoções podem ser cruzadas com outras características dos usuários para se entender os comportamentos. No gráfico ao lado, por exemplo, 4 personas de público possuem padrões diferentes de consumo cultural, relações familiares, utilização de aplicativos e, até, emoções!

Faça um teste do BrandCare e entre em contato para entender melhor a análise de emoções.

Relatório sobre os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos nas Mídias Sociais

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

A dp6, consultoria de inteligência e performance em marketing digital, acaba de lançar o relatório “The Olympic and Paralympic Games Social Media Report“. O relatório ofereceu rigorosa análise das menções aos jogos Olímpicos e Paraolímpicos, identificando conversas relevantes, sobretudo relacionadas aos esforços de marcas nos eventos, suas crises e oportunidades. A BrandCare foi uma das ferramentas escolhidas para o monitoramento das conversas do estudo, que pode ser baixado no site da dp6:

the olympic games - dp6

Conheça nossa nova Dashboard: sentimento, tags, concorrentes e redes em tempo real

By | BrandCare, Social Media, Uncategorized | No Comments

Como entregar informações em tempo real para diretores, clientes e outros tipos de decisores que possuem pouco tempo para consumir os relatórios? A oportunidade é utilizar dashboards para mostrar as informações de forma rápida, visual e otimizada para grandes telas! Com a nova dashboard do BrandCare, é possível fornecer mais um tipo de entrega ao cliente ou, ainda, montar salas de controle de dados. Confira e entre em contato para saber mais:

Tempo Real: veja informações em real-time

  • Evolução das Menções nas Últimas 24 horas
  • Principais Plataformas por Número de Menções
  • Principais Estados por Número de Menções
  • Termômetro de Sentimento
  • Nuvem de Palavras Geral
  • Destaques de Menções

Sentimento de Marca: exiba dados sobre sentimento e percepção de marca

  • Comparação de Sentimento Hora a Hora
  • Nuvem de Palavras Positivas
  • Nuvem de Palavras Negativas
  • Distribuição de Sentimento
  • Sentimento por Tags

Concorrência: compare sua marca com o ambiente competitivo

  • Evolução de Menções da Concorrência
  • Nuvem de Palavras por Concorrente
  • Principais Tags por Concorrente

Redes: compreenda as conexões entre as conversas sociais

  • Visualização de Redes Completa
  • Clusterização de Perfis e Hashtags
  • Principais Influenciadores e Temas
  • Perfil de Comunidades

E o melhor: funcionalidade extra sem custos adicionais. Surpreenda com maior controle e visualização de dados.

Faça um teste do BrandCare gratuito e solicite a visualização de dashboard!

Os desafios silenciosos da mineração de dados

By | Social Media | No Comments

[O texto abaixo é uma colaboração do grupo Grupo Geminis UFSCar, que está utilizando o BrandCare graças ao apoio de um plano acadêmico oferecido pela Social Figures]

Sessão-TerapiaNa última década, as ferramentas de monitoramento de redes sociais se multiplicaram numa velocidade vertiginosa e se tornaram um dos grandes motores da economia contemporânea. Na sociedade da informação, a expressão, o meio e a mensagem cedem lugar para os grandes bancos de dados das plataformas transmídia. Assim, devido à enorme importância econômica e social que adquiriram, as técnicas de monitoramento das redes sociais geram controvérsias. A maior desconfiança é gerada pelo fato de que essas técnicas são tratadas no mercado, bem como no ambiente acadêmico, como verdadeiras caixas-pretas. Ou seja: como existem poucos estudos que mostrem como essas ferramentas funcionam, elas são vistas como máquinas dotadas de um saber/fazer que produz uma série de ruídos na comunicação, provocando a deterioração de algumas noções do que se entende por ‘social’.

Na realidade, essas ferramentas influenciam os novos modos de vida que se encontram em curso nas redes sociais, vide o espaço conquistado pela legião de novos comunicadores das redes sociais, mais conhecidos como youtubers, instagrammers e viners. O temor difundido nas próprias redes sociais é de que essas ferramentas foram criadas somente para nos monitorar (capazes de ler os e-mails, conversas entre usuários e preferências de consumo) e utilizar essas informações com os mais diversos propósitos. Um dos sintomas disso está na disputa intensa de compra e venda de dados, como a aquisição do Whatapp e do Instagram pelo Facebook.

As formas de mineração de dados em redes sociais são interpretadas em um contexto onde informações de valor são números e gráficos condensados, excluindo o dado real do social e do subjetivo, a fim de gerar dados econômicos, objetivos e não necessariamente críticos. A maioria das pesquisas geram dados que respondem de forma quantitativa às perguntas específicas que validam uma ou outra hipótese previamente definida (opinião sobre um jogo de futebol, resultados de campanhas políticas, o valor percebido em uma marca ou a circulação de um conteúdo específico na rede) e são utilizadas para expor o que aconteceu em um determinado momento do passado ou para traçar previsões futuras baseadas nesse resultado encontrado – sem um contexto amplo da circulação.

Ao somar essas constatações, o manuseio do software BrandCare e os propósitos de pesquisa efetivada pelo grupo GEMInIS, foi percebido que os dados coletados, embora ricos e eficientes para nosso conhecimento de pesquisa com redes sociais, não iriam conseguir responder todos os aspectos subjetivos relacionados à recepção dos fãs da série brasileira, Sessão de Terapia (nosso objeto de pesquisa). Esse aspecto não está relacionado às limitações e funcionalidades do software, mas tem origem na complexidade encontrada ao lidar com um grande volume de informações no campo da comunicação. Muito além de analisar os gráficos e tabelas, para compreender a multiplicidade de discursos e as contextualizações possíveis com a obra expressadas pelo fã, é necessário que os pesquisadores retomem aos dados brutos para efetivar uma análise manual e individualizada. Além disso, é necessário que o pesquisador se coloque junto aos fãs, atuando entre a observação e a participação para poder, inclusive, traçar novas formas de coletar e organizar o material. Somente assim, ele terá a possibilidade de não se transformar numa máquina geradora de respostas e não questioná-las ao se isolar em números e gráficos, crendo apenas nos dados, quando eles são passíveis de falhas e de entendimento de práticas subjetivas.

Afinal, o que exatamente leva alguém a curtir, compartilhar ou comentar algo nas redes sociais? Porque ficar apenas nos números, quando eles são passíveis de manipulações com propósitos diversos? Em qual contexto social, econômico e de produção surgem esses líderes de opiniões e celebridades nas redes sociais? O quanto toda essa caixa-preta de dados é conduzida por interesses de mercado institucional e não do público? Em tempos que a comunicação significa também o ecoar de várias vozes pelas redes, precisamos reposicionar e repensar o seu papel perante a interpretação desses gráficos e números, o que demanda um olhar global menos fascinado com os meios e mais atento às metodologias utilizadas para entender as mediações e seus entornos.

Ao mesmo tempo em que esse panorama parece posicionar a pesquisa com mineração de dados em um labirinto gigantesco, é o tamanho desse desafio que se apresenta como um catalizador para que os pesquisadores continuem buscando a realização das perguntas corretas ao invés de tentar obter todas as respostas possíveis por meio dos softwares.

A pesquisa em andamento é uma realização do Grupo Geminis – certificado pelo CNPq, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som da UFSCar. O grupo desenvolve o projeto de pesquisa ”Laboratório de Pesquisa sobre a Produção Seriada Audiovisual Brasileira para Plataformas Transmídia” , aprovado pelo Edital MCTI/CNPQ/MEC/CAPES Nº 22/2014 – Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas. Diretório de Grupos de Pesquisa no Brasil – http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1519774412251748.
Prof. Dr. João Carlos Massarolo- UFSCar
Prof. Me. Dario Mesquita – UFSCar
Gustavo Padovani – UFSCar

Planejamento + Monitoramento: 10 Dicas de como usar essa dupla dinâmica

By | Social Media | No Comments

 O monitoramento de mídias sociais não deve ser uma tarefa restrita a SAC, pesquisa ou análise de percepção e imagem. Uma boa relação entre os diferentes setores de uma agência pode trazer ainda mais valor e oportunidades junto a clientes. Uma destas oportunidades é a estreita colaboração entre planners e analistas de monitoramento.

Muitas das informações disponíveis em ferramentas como o BrandCare podem ajudar planners a realizarem propostas, planejamentos, estratégias e documentos de concorrências com mais inteligência.

Benchmark
BenchmarkQue tipo de conteúdo os concorrentes publicam nas mídias sociais? Qual o tom utilizado? São publicados links? Call-to-actions? Hashtags? Qual a frequência e tipo de publicações? As respostas são realizadas em tempo real? Estas e outras informações referentes à atuação dos concorrentes ajudam a direcionar os planners para escolher quais padrões seguir e quais itens utilizar para se diferenciar.

Análise SWOT
Quais são as oportunidades e ameaças dos concorrentes? Há vários jeitos de descobrir isto, com informações de pesquisa de mercado, inteligência competitiva e afins. Mas porque não utilizar o coletivo da internet para identificar as oportunidades e ameaças? Monitorando a página do Reclame Aqui dos concorrentes é possível descobrir quais os pontos fracos do produto ou serviço. Monitorando reviews e avaliações em blogs e YouTube, como vídeos de unboxing, os atributos avaliados pelos consumidores são descobertos. Analisando crises de comunicação e marketing, lacunas dos competidores podem se transformar em alvos a serem

Páginas Facebook - HorariosFlutuação por Horários e Dias
Um bom planejamento de comunicação deve levar em consideração a multiplicidade de atividades e ações realizadas pelos consumidores. Entregar comunicação e mídia do jeito certo e na hora certa aumenta as chances de sucesso. Planners podem utilizar a flutuação de menções por hora do dia como indicador da flutuação de interesse.

O mesmo acontece quanto à flutuação ao longo dos dias da semana. Quais são os padrões? Correlações entre atividades e consumo, como acontece com futebol e cerveja, às vezes podem ser descobertas graças à flutuação de engajamento ao longo dos dias. Além de planejar cronograma de acordo com os dias mais intensos, vale também descobrir estas correlações para pensar o universo de marca.

Share de Voz e Conversação
Analisar o share de conversação serve tanto para dimensionar o tamanho do desafio frente aos concorrentes quanto para convencer o cliente em prospecções. Situar o prospecto quanto a seus concorrentes permite redigir uma proposta de serviços mais assertiva

share of voice

Contrapor impressões dos clientes e realidade
Pode acontecer de um briefing trazer asserções que não correspondem à realidade. Será que o concorrente realmente é aquele apontado pelo cliente? Há algum substituto ao produto não anteriormente identificado? Qual a classe socioeconômica que realmente consome o produto? Ou quem é o responsável pela decisão de compra? Estas e outras informações podem ser checadas ou questionadas com dados das mídias sociais.

Descobrir onde o consumidor está
Quais plataformas preferidas pelo consumidor deste segmento? Entre Facebook, Twitter, Google+, YouTube, Blogs, LinkedIn e outras mídias há diferentes comportamentos para cada plataforma. Além disto, quais são os blogs específicos que falam sobre determinado tema de interesse do seu consumidor? O monitoramento de mídias sociais pode ajudar a direcionar, então, ações de relacionamento e até mídia display nestes sites.

Gif - TVP - BrandCareEncontrar e medir influenciadores
Quem influencia e pauta as conversas sobre a marca? Mapear as redes de conversas sobre o tema de interesse da marca permitirá encontrar influenciadores, que podem ser analisados para gerar mais insights sobre o ambiente do consumidor assim como serem ativados em ações especiais.

Identificar grupos de usuários
Também relacionado às redes, a identificação de grupos de usuários através do algoritmo de clustering permite compreender as conexões entre as comunidades. Ideologia política, influenciador em comum, localização ou interesse temático podem ser alguns dos motivos para o engajamento. Ter isto em conta no planejamento da comunicação é essencial tanto para tratar de temas interessantes quanto para evitar termas espinhosos para o público.

Comportamento dos Usuários
Os seus consumidores possuem Twitter, blogs ou grupos no Facebook? Analisar o comportamento dos usuários além das menções diretas às marcas pode trazer insights sobre Atitudes, Opiniões e Interesses. atividades interesses e opiniões

Como as pessoas falam e se expressam?
Entender como os consumidores falam e se expressam, com regionalismos, gírias e afins é uma fonte de informação que permite ao planner orientar melhor os redatores e criativos.

 

Gostou das dicas? Confira muito mais em: “50 Insights no Monitoramento de Mídias Sociais“.

Twitter: muito maior do que você imagina

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

 

Novos dados da Global Web Index reafirmam a importância de se contar também os “lurkers” das mídias sociais: aqueles usuários que a acessam, acompanham outros perfis mas raramente publicam. No Twitter isto é muito frequente: globalmente cerca de 21% dos usuários de internet tuitam regularmente, mas 31% acessam a plataforma: why twitter's audience is bigger than you think Na América Latina, a diferença é ainda mais acentuada. Cerca de 23% dos usuários de internet publicam tweets, mas 45% acessam a plataforma. Ou seja, quase o dobro dos usuários que publicam. Isto mostra que a importância de monitorar vai muito além apenas de entender a opinião de quem emite os tweets, mas também pra analisar o impacto nos usuários que vêem os tweets.

Em outra postagem, falamos da importância do analytics do Twitter, que hoje mostra também métricas de impressões. Para entender o que as pessoas falam de sua marca e segmento, não deixe de fazer um teste gratuito do BrandCare.