Social Figures

Social Figures é listada como referência brasileira em inteligência digital

By | Uncategorized | No Comments

No último dia 28, foi lançado no evento Social Analytics Summit a pesquisa O Profissional de Inteligência de Mídias Sociais. Com a participação de 296 respondentes, o estudo trouxe informações sobre práticas, ferramentas, salários e muitos outros dados relevantes para o mercado. Uma das perguntas foi: “Qual a primeira empresa que vem em sua mente quando se fala em inteligência em mídias sociais”? A Social Figures foi a segunda empresa mais lembrada, junto a outras referências do mercado.

social figures - ferramenta lembrada por profissionais

Para além do reconhecimento qualitativo da Social Figures no mercado, quantitativamente a nossa ferramenta BrandCare também avançou. Em 2015 foi a terceira ferramenta plena de monitoramento mais citada (era 5ª em 2014), ganhando espaço no mercado. Confira abaixo o estudo completo:

Monitoramento por geolocalização no BrandCare: faça um teste!

By | Uncategorized | No Comments

Implementamos mais uma novidade no BrandCare: monitoramento por geolocalização! Agora é possível coletar tweets e fotos do Instagram enviadas de locais específicos na cidade. Para fazer sua busca por geolocalização é bem fácil. Depois de selecionar as mídias Twitter e Instagram no primeiro passo da busca, selecione a opção Geo Location e digite um local. Selecione um local (seja o estabelecimento específico ou até a marcação do bairro) e o BrandCare abrirá o mapa abaixo! Aí é só selecionar as regiões e arrastar, aumentando ou diminuindo o raio de coleta. Pronto! É só salvar, confirmar e os twets e fotos começaram a chegar!

brandcare - monitoramento twitter instagram geolocalicação

Com o monitoramento por geolocalização, a geração de inteligência ganha muito contexto! Monitore o que as pessoas olham e fotografam em praças, lojas, shoppings, estádios, ruas, avenidas e diversos estabelecimentos comerciais. Assine o blog e fique de olho nos exemplos que mostraremos em breve! =)

Case: Monitoramento de Eleições Presidenciais – Como a Medialogue enfrentou esse desafio com a ajuda do BrandCare

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

Monitorando as Eleicoes Presidenciais - Medialogue e BrandCareComo monitorar uma eleição presidencial nas mídias sociais?

A Medialogue, agência especializada na criação de campanhas sociais, comunicação digital e produção de conteúdo, possui expertise, experiência e equipe para desenvolver um trabalho dessa grandiosidade. A agência foi escolhida pela campanha de Aécio Neves para oferecer informações e análises em tempo real sobre as conversas políticas nas mídias sociais.

A campanha presidencial de 2014 foi um dos mais importantes eventos da web naquele ano, tanto em volume de tráfego como engajamento. Nosso maior desafio foi traduzir esses dados em informações e insights” – Alexandre Secco, especialista em comunicação digital, diretor da Medialogue

E como isto foi realizado? Confira e baixe o case completo, que mostra o papel do BrandCare: Monitorando as Eleições Presidenciais – Estudo de Uso do BrandCare.

Cicloativismo nas mídias sociais: análise da campanha “De Bike ao Trabalho”

By | Uncategorized | No Comments

Os nossos amigos da Thinking Insight, especializada em marketing de relacionamento e business intelligence, continuam sua série de investigações sobre ciclismo e comportamento. No último maio aconteceu a campanha “De Bike ao Trabalho”, promovida pela ONG Bike Anjo, com o objetivo de estimular as pessoas a usarem a bicicleta para ir ao trabalho. A Thinking Insight utilizou o BrandCare para monitorar menções e hashtags associadas à campanha no Twitter e Instagram, conseguindo identificar o que as pessoas, comerciantes, políticos e imprensa falaram sobre a campanha. Confira:

Pão de Açúcar ou Pão de Açúcar? Como a Análise de Redes Sociais ajuda a separar o joio do trigo no Instagram

By | Social Media | No Comments

Um dos principais recursos da análise de redes sociais é o algoritmo de clustering. Basicamente, este algoritmo agrupa vértices de acordo com suas conexões. Vértices que possuem mais conexões entre si do que em relação ao resto da rede são agrupados nos clusters. No caso do Instagram, é possível fazer monitoramento de hashtags e criar redes a partir das conexões entre elas. Abaixo um exemplo, a partir do monitoramento da hashtag #paodeacucar no nosso software BrandCare:

pao de acucar - rede completa

Observe que é uma rede muito conectada, quase todos os clusters estão muito entrelaçados. Esta é uma característica muito comum nas redes do Instagram, pois as hashtags inseridas pelos usuários são muito numerosas. Mas há um cluster um pouco separado dos demais:
pao de acucar - cluster dissociado

Vamos dar um zoom pra conferir quais são as hashtags nesta área da rede?
pao de acucar - cerveja

São todas hashtags relacionadas a cerveja! Analisando as imagens, podemos perceber que foi resultado de promoções de cervejas premium e/ou importadas na rede de supermercados Pão de Açúcar. O objetivo deste monitoramento, porém, é entender as hashtags associadas ao Pão de Açúcar, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro e do Brasil. Por isto, na rede como um todo, as hashtags mais frequentes são termos como #riodejaneiro, #brasil, #urca, #errejota e #cidademaravilhosa.

A identificação do cluster pelo algoritmo de rede, neste caso, ajudou a isolar menções que não tem a ver com o objetivo do projeto. Mas, caso fosse um projeto para a rede de supermercados Pão de Açúcar, também trouxe informações, mostrando o impacto que esta categoria de produto tem na divulgação da rede, graças às promoções inesperadas.

Este é só um dos muitos insights que a análise de redes sociais (ARS) pode trazer para seu monitoramento de mídias sociais. Baixe o whitepaper “Análise de Redes em Mídias Sociais: grafos, visualizações, métricas e comunidades” para descobrir mais possibilidades!

Como descobrir: quais são os tipos de usuários que mais falam sobre minha marca?

By | Redes Sociais, Social Media | No Comments

Monitorar as mídias sociais é essencial para gerenciar a imagem da marca, realizar relacionamento, acompanhar a concorrência e diversos tipos de pesquisa. Para além disto, é possível transformar a segmentação e tipos de usuários em mais valor ainda para as empresas e marcas. Por isto, o BrandCare armazena de forma fácil todas as menções que usuários, perfis e sites realizaram no seu monitoramento.

BrandCare - audience

Mas é importante lembrar que, na maioria dos casos, será difícil classificar todo e qualquer usuário que cita a sua marca. Como decidir por onde começar? Há três táticas principais. A primeira é classificar, durante a análise de sentimento e aplicação de tags, a maior quantidade de usuários possíveis. Ou, pelo menos, com mensagens interessantes tais como sugestões, dúvidas, reclamações e interações mais qualificadas. A segunda tática é trabalhar com amostragem e classificar os usuários que enviaram menções na amostra desejada.

Por fim, a terceira tática é usar um critério de perfis mais engajados. O gráfico abaixo, já publicado no post “Lei de Pareto nas Mídias Sociais” é um exemplo de uma dinâmica muito comum: poucos usuários são responsáveis pela maior parte das menções.

pareto - televisao

E quais categorias utilizar para classificar seus usuários? Qualquer categorização que faça sentido para os seus objetivos de inteligência, relacionamento e conteúdo nas mídias sociais. O BrandCare permite que categorias de perfis sejam adicionadas de forma customizada. Abaixo um exemplo:

Brandcare - profile groups

No whitepaper “Segmentação de Público no Monitoramento de Mídias Sociais” demos várias dicas sobre o assunto e sugestões de categorias e segmentos que podem ser utilizados. Quanto ao nível de uso das mídias sociais, por exemplo, as categorias criadas por Peter Brandtzaeg e Jan Heim e listadas abaixo podem ser utilizadas:

  • Esporádicos: são aqueles usuários que utilizam a mídia esporadicamente, geralmente por não possuírem um hábito de acesso tão frequente ou são novatos;
  • Lurkers: é o tipo mais frequente de usuários de mídias sociais. São aqueles usuários que lêem, consomem e assistem conteúdo de suas redes, mas não comentam ou produzem conteúdo próprio.
  • Socializadores: são os usuários focados nos aspectos sociais. Não necessariamente produzem muito conteúdo original, mas compartilham e conversam com seus contatos.
  • Debatedores: é o perfil mais próximo dos blogueiros, ativistas e de quem está interessado em discutir e apresentar suas próprias ideias e pontos de vista.
  • Ativos: são os usuários mais ativos, que contribuem com bastante conteúdo, heavy users das mídias sociais.

Já quanto a relação dos consumidores com a marca, as categorias abaixo podem ser utilizadas:

  • Brandlovers: consumidores que amam a marca e não tem medo de expressar, estão sempre indicando para seus amigos e rede.
  • Advogado de Marca: consumidores que defendem a marca sempre que podem ou em situações de consumo.
  • Interagentes: parte do público que, mesmo não sendo necessariamente consumidor, interage e comenta nas mensagens da marca.
  • Indiferente: grande parte do público que tem acesso ás mensagens da marca, mas não está interessado ou tocado ao ponto de interagir.
  • Insatisfeitos: consumidores que interagem quando ocorre algum problema e utilizam as mídias sociais, de forma pública, para resolvê-lo.
  • Detratores de marca: devido a uma insatisfação não resolvida ou problema prolongado com a marca ou produto, os detratores são os consumidores que se sentem ofendidos e partem para retaliação.
  • Trolls: público que, mesmo sem um motivo específico, deseja gerar danos à marca, muitas vezes sem fundamento.

Cada tipo de negócio vai ter suas particularidades. Por exemplo, no caso de política, a militância declarada ou não-declarada a cada partido ou político, partido ou ideologia pode ser o referencial para as categorias.

Outra dica é lembrar de atributos relacionados a Opiniões, Atividades e Interesses. Categorizar os perfis de acordo com os itens e atributos que fazem diferença nos seus processos decisórios pode ser o ideal:

aividades interesses opiniões

Categorizar os usuários é só um entre as centenas de insights possíveis com o monitoramento de mídias sociais. Confira um bom número deles em “50 Insights no Monitoramento de Mídias Sociais“.

BrandCare ganha mercado e ajuda a formar profissionais, aponta pesquisa

By | Social Media | One Comment

Pesquisa realizada pelo publicitário Júnior Siri, compara dados sobre os profissionais do mercado de monitoramento, métricas e social analytics desde 2011. Respondida por 219 profissionais de todo o país, a pesquisa “Profissional de métricas, monitoramento social analytics no Brasil” traz informações relevantes sobre práticas, ferramentas, salário, referências e perfil de formação.

Entre as ferramentas completas de monitoramento de mídias sociais, o BrandCare ganhou colocações e é a quinta solução mais citada, empatada com o quarto lugar:
principais ferramentas de monitoramento de mídias sociais

E, entre os sites/blogs que os profissionais usam como referência, este blog já é sexto o mais citado, logo atrás do blog do Tarcízio Silva, gerente de produto da Social Figures, que também foi o profissional mais citado. Clique para acessar o estudo completo:
blogs e sites sobre monitoramento de mídias sociais

Como analisar redes no Twitter com o BrandCare

By | BrandCare, Social Media | No Comments

Duas das novas funcionalidades da seção de Labs do BrandCare envolvem a visualização de redes. Além das redes de hashtags no Instagram, é possível gerar visualizações de redes a partir do monitoramento do Twitter, para analisar as conexões entre perfis, encontrar comunidades, influenciadores, medir o fluxo da informação, impacto de determinados assuntos etc.

Ao gerar uma rede no BrandCare, a primeira visualização será algo como a tela a seguir. É possível dar zoom e começar a analisar a rede.

Redes no Twitter

A primeira análise que pode ser feita é a dos clusters, ou comunidades, de perfis. Cada grupo de usuários mais conectados entre si é agrupado num cluster e colorido de acordo. Vejam, por exemplo, o cluster resultante da participação e cobertura da Social Figures em uma conferência:

redes no twitter - brandcare - cluster

A identificação de influenciadores também é facilitada pela visualização em rede. No exemplo abaixo, vejam como o perfil da @MarciaCeschini, uma das principais curadoras de conteúdo sobre mídias sociais do Brasil, gera um impacto relevante na rede selecionada:

redes no twitter - perfil influenciador 2 - brandcare

Em outros casos, a rede permite identificar o impacto de outras mídias sociais. A presença do perfil @SlideShare abaixo demonstra o compartilhamento de conteúdo da Social Figures daquela mídia social no Twitter:

redes no twitter - perfil influenciador - brandcare

É possível filtrar os nós por diversos tipos de métricas. Se recortarmos, por exemplo, por InDegree (a quantidade de conexões recebidas), é possível encontrar os perfis que mais movimentaram a rede:

redes no twitter - in-degree - brandcareO filtro também pode estar associado a itens como Tags, Grupos de Usuários e tipo de Interação (filtrando por Retweet ou Mention). No exemplo abaixo, as conexões estabelecidas em torno da tag “whitepaper” que, no caso, mede a circulação dos documentos que a Social Figures publica para o mercado:

redes no twitter - filtro por tag - brandcareQuer aproveitar tudo o quê as redes tem a oferecer? Faça um trial do BrandCare agora mesmo e gere redes como estas em poucos cliques.

Como descobrir: hashtags mais usadas pelo público nas mídias sociais

By | Redes Sociais, Social Media | 3 Comments

hashtag social mediaHashtags nas Mídias Sociais

As hashtags são um dos principais símbolos da comunicação online, especialmente nas mídias sociais. Palavras precedidas do símbolo # (sustenido ou jogo-da-velha para alguns) são utilizadas como marcadores para diversos fins, como agrupamento de mensagens, temas e categorias desde o tempo do IRC.

Nas mídias sociais populares da atualidade podem servir para diversos fins. No Twitter e Instagram, especialmente, são parte da experiência de uso tanto quanto os textos de 140 caracteres ou o uso de filtros bacanas. Alguns tipos principais de usos das hashtags podem ser lembrados:

  • Marcadores: a utilização de uma hashtag pode ter como objetivo marcar um assunto que está sendo falado ou feito, como #politica, #cotidiano, #partiubalada #saúde e assim por diante. Aqui o diferencial é que utilizar as hashtags como marcadores ajuda na navegação e encontrabilidade do conteúdo. No Twitter basta clicar em uma hashtag para descobrir outras pessoas falando sobre o mesmo tema.
  • Desambiguação: em outros casos, as hashtags são usadas também para desambiguação da mensagem. O uso de hashtags como #ironia, #SQN e #deusmelivre deixam a mensagem mais clara e analistas de monitoramento bastante agradecidos.
  • Ancoragem da Imagem: quando o conteúdo é uma imagem, as hashtags são usadas para “ancorar” a imagem, trazendo mais informações. No Instagram, são usadas, por exemplo, hashtags pra demonstrar afeto, localização, atividade social etc, tais como #riodejaneiro, #avenidapaulista, #amo, #adoro etc. Em boa parte das fotos, o texto é constituído apenas de hashtags.
  • Expressão de Opinião: para expressar opinião, os usuários, especialmente ativistas e militantes políticos, utilizam hashtags para fazer volume sobre algum tipo de opinião ou polêmica, como #foraFeliciano, #Aecio45, #Dilma13 etc.
  • Campanhas Publicitárias: por fim, muitas campanhas publicitárias nas mídias sociais tem como objetivo circular determinadas hashtags relacionadas a marcas ou conceitos de branding. Um uso recente e famoso foi o #jogapramim durante a Copa do Mundo

 

Como medir as hashtags mais populares no meu público?

Há duas táticas principais para descobrir hashtags nas mídias sociais: encontrar as hashtags mais frequentes em um monitoramento de marca ou tema; ou monitorar as próprias hashtags

1) Como descobrir hashtags no meu monitoramento

Ao configurar um monitoramento no BrandCare, é provável que as primeiras keywords adicionadas sejam a da sua marca ou de seu cliente, assim como dos principais concorrentes, certo? Isto já pode trazer bastante informações para as táticas de uso de hashtags.

O BrandCare mede automaticamente as hashtags mais utilizadas no monitoramento. Na Dashboard, na aba de Conteúdo & Tags, é possível ver a tabela abaixo.

hashtags

2) Como monitorar hashtags

 Também é possível monitorar as hashtags diretamente. Assim é possível analisar impacto de campanhas, entender o comportamento sobre temas e segmentos ou medir opiniões.

busca por hashtags

Ao se monitorar diretamente hashtags, todas as informações relevantes sobre elas serão coletadas, como volume, usuários e até mesmo quais hashtags são utilizadas junto a elas.

 

Como usar a informação?

Há vários modos de usar as hashtags descobertas, transformando-as em informação acionável.

  • hashtag cloudAnalisar Desempenho de Campanha ou Ação Publicitária: ao se monitorar hashtags ativadas por campanhas publicitárias, é possível identificar o volume de menções. Recomenda-se também analisar o número de menções estimuladas diretamente (como retweets dos canais oficiais) ou espontâneas (quando o usuário lembra e tuita com a hashtag).
  • Entender Comportamento: medir as hashtags e palavras que são mencionadas junto a uma hashtag ou keyword permite mapear as referências informacionais, culturais e comportamentais do público.
  • Encontrar Autoridades de Assunto: quais são usuários mais mencionados ao se pesquisar por uma hashtag? Medir os usuários que são referenciados em hashtags importantes permite encontrar autoridades que sirvam de referências para a comunicação.
  • Entrar na Conversa dos Consumidores: descobrir quais hashtags estão sendo utilizadas pelo público-alvo é um caminho para produzir conteúdo que seja relevante ao tema e entrar na conversa dos consumidores.

 

Gostou das dicas? Confira outras 49 dicas baixando o guia 50 Insights no Monitoramento de Mídias Sociais